domingo, dezembro 30, 2007

A última pedra... em 2007!

1400 Licenças de um clube que ainda só lançou a 1ª pedra!

Ao senhor presidente da Câmara Municipal de Lousada, que tem um protocolo com uma associação "tipo fenómeno do entroncamento" que conseguiu "edificar" um clube sem campos mas com um milhar de licenças de jogadores ou praticantes tipo "lista telefónica", cuja sede dista 50 km de Lousada, e inscritos que praticam a mais de 100 km e falam tão bem português como o presidente da «atporto» redige direitos de resposta, e que agora viu questionar em A.G da FPT essas mesmas licenças, perguntaria:
Como se sente V.Eª?
Claro que pode dizer que o tal clube "Lousada brisas do atlântico" nada tem a ver com a cidade de Lousada; se o fizer calo-me porque também aceitaria que o C.T. Porto dissesse que não é um clube da cidade do Porto, o C. T. Setúbal é de Viseu a E.T. Maia de Porto Santo…e que o oceano Atlântico fica no Pacífico Sul.
.
A verdade é que a "vergonha " veio a público, primeiro quando a ATP refere a câmara num direito de resposta e depois quando apresenta um clube com o nome da sua cidade, divulga ter um protocolo com a autarquia, e vê a AG da FPT interrogar-se sobre se é possível coisas destas (?) acontecerem no ténis!!! . Claro que a corrupção no ténis é invenção do Adolfo de jornalistas de sucesso ou do Big Mac...mas isso todos sabem. É! é Adolfo, o dirigente de um tal Portugal Ténis Clube, que pediu à FPT para irradiar o presidente da direcção da ATPorto, clube cujos responsáveis não são pessoas que aceitem facilidades, nem que lhes oferecessem 50% do valor que cabe a cada licença galaica, vindas das verbas da FPT/IDP.
Será que os galegos pagaram ou foi a autarquia? Vale o seguro espanhol?
A Atporto vai pagar esses montantes com o acréscimo das receitas provenientes das chamadas «Act. Reg.»?
E se Lisboa não ceder, os clubes do Porto pagarão os custos dessas licenças? Ou será que os memmbros da direcção da "atporto" vão ao seu bolso e cobrem os custos?
.
Senhor Presidente da Autarquia de Lousada diga de sua Justiça: Vai deixar correr o "marfim", ou vai na sua posição de gestor e incorrupto autarca, mandar as autoridades averiguar o que se passou em nome de um clube que no mínimo, a associação do porto abusivamente usou do nome da sua cidade para conseguir mais valias, e que, mesmo tendo estratégicamente retirado os "estranjas" continua a contar com nomes de peso, mesmo que sejam só meia dúzia, e segundo parece, residentes fora do concelho(!).
.
Evidente que V. Ex.ª se tomar conhecimento deste "post" vai interrogar-se quem é o fulano; para que saiba, é o mesmo que ajudou os seus arquitectos a conceber um complexo de ténis dimensionado à realidade da sua cidade, que há muitos anos fez uma acção de formação de ténis nos campos vizinhos à piscina, enfim, que iniciou o processo com vista a um coerente e digno desenvolvimento do ténis que as pessoas de Lousada mereciam.
.
"E 2007 que se vai" Estamos a chegar ao fim de mais um ano; e neste final de ano que se aproxima, endereço uma palavra de apreço ao senhor Dr. Santos Serra, dizendo-lhe que agradeço em nome de todas as pessoas honestas do ténis que ao longo dos últimos anos têm sido escorraçadas e insultadas , o facto de ter feito o que outros já deveriam há muito ter feito: não permitir que o presidente do Porto e outros, continuassem impunemente a fazer "toda a sorte de atribulações" pensando que estão acima e em cima da justiça.

E o ano que agora chega ao fim, salda-se por alguns factores positivos na vida da modalidade:
* A vitória da Michelle no Orange Bowll
* A queda de um DTN que nunca deveria ter ocupado esses cargo
* A intervenção corajosa do jornalista Manuel Perez e as notícias do JOGO e do Jornal do Ténis, denunciando o que vai mal em terras Lusas
* A derradeira posição da FPT ao admitir pela 1ª vez que há ilegalidades que têm que ser punidas através de medidas drásticas.
.
Por fim uma nota de apreço às associações, que tomaram desta vez uma posição que vai para além de aprovarem os PO. e as R. Contas, com exclusiva finalidade de receberem os dinheiros provenientes do IDP, tendo desta vez a a coragem e a decência, juntamente com a Federação, de reconhecer que de facto existem ilegalidades nas licenças.
Foi pouco mas já é um começo…porque é uma pena que se fiquem só por aí e não exijam elas próprias que o MPúblico faça uma auditoria em profundidade.
.
Até 2008
Se beber não fale, pode enrolar a língua nas ondas atlânticas!
.

sexta-feira, dezembro 28, 2007

Será que se vão…


A própria FPT é conivente com a bagunça das licenças, que foram motivo de forte tomada de posição pela A T Lisboa na última AG, ao aceitar todo o tipo de "papel" sem verificar se ao menos os «titulares» das certas licenças têm conhecimento de serem inscritos ou renovadas as suas licenças.
Já sabiam que a anterior direcção da FPT estava pelos cabelos com as licenças da Maia; infelizmente sem terem conhecimento de outras situações ainda mais graves…
Durante os últimos anos algumas Associações puseram em risco a dotação proveniente do IDP, colocando a própria Federação em situação de poder ser acusada de burla ao estado. Devia a Federação iniciar de imediato uma auditoria interna e mandar auditar as associações, (com auditores independentes); ficaríamos pelo resultado a saber porque razão se "botaram abaixo" tantas direcções da FPT nos últimos anos.
Demonstrava-se ainda quem está no ténis de forma limpa e transparente e quais os clubes que possuem registos de propriedade ou das declarações de cedência de instalações, ou sejam podem votar.
Muito se tem comentado sobre irregularidades, compadrios, corrupção, assédio etc. a que a FPT tem feito ouvidos de mercador.
Claro que muito disto passa ao lado da própria direcção, mas ela continuará a ser em última instância, responsável .
E é em nome dessa responsabilidade que entendo e frontalmente escrevo, sem qualquer interesse escondido, que se o senhor Presidente da FPT e restante direcção se sentirem traídos por quem os elegeu, e encararem a possibilidade de saída, pelo menos da minha merecerão respeito.
Estou convicto que os "senhores da FPT" só foram bem intencionados, nada fizeram que não tivesse sido feito anteriormente , não tanto pelo valor dos membros directivos, mas porque na verdade o que os rodeia não tem ponta por onde se pegue.
Desejando que o próximo anos ofereça aquilo que tem faltado à FPT, e peço aos leitores que na passagem de ano ergam uma taça à saúde dela, e se lembrem de dizer...

Bem-vindo
2008

quarta-feira, dezembro 26, 2007

Restará Pingo de Vergonha?


Que direcção!
Acaso viram o vosso nome no processo em que o presidente (AJPF) é acusado particularmente de Difamação e Injúrias?

Sr. Juan Ferreira; Terá lido com atenção o que assinou? Devia aconselhar-se com pessoas idóneas

Sr. Rui Mendes Araújo; podia ser desagradável consigo; não o faço pelo que devo à minha família. Enganei-me a seu respeito, mas há quem nunca se engane.

Sr. A. Soares Pereira; Tendo filha licenciada em direito podia ter perguntado se devia assinar os anexos (!) do exercício de direito de resposta!

Sr. Manuel José Figueiredo; será que ainda tem negócio de roupa? Não me refiro à roupa suja…denunciada na AG/FPT do dia 15

Sr. João Mota; mal aqueceu o lugar e já assinou o "óbito" desportivo. Viu o nº do processo indicado na carta que a «atp» enviou ao sr.Lagos? Estava na associação em 2004, 2003 ou 2002...
.
Depois do que escreveram (a) deram provas que não servem … Procurem um bom advogado pois o vosso colega de direcção nem um direito de resposta soube redigir

(a) JT de 7-12-2007

domingo, dezembro 23, 2007

Mascado ou Mascarado

Lei nº 37/2007 de 14 Agosto
Jornal Notícias 23/12 pag 2

Logo na segunda página pode-se ler
É PROIBIDO COMERCIALIZAR TABACO MASCADO
«a lei proíbe a comercialização de tabaco mascado, mas não o seu consumo»

Não se pode comercializar tabaco para mascar ...ou depois de mascado?
No segundo caso acho muito bem... Ou não se pode comercializar tabaco para mascar, podendo-se no entanto consumir...blá blá...talvez comprado no mercado negro ou então ... Quem quiser mascar que o produza em casa...«tipo "quem quiser licenças" ou as preenche na secretaria ou vai ao estrangeiro de coche». Não tarda veremos as varandas quintais ou jardins municipais recheados de plantas do tabaco...ou quem sabe se de maconha, claro só pr'a mascar..nhacnhacnhac...
.
Seja como for um BOM NATAL

quinta-feira, dezembro 20, 2007

A tradição já não é o que era

Depois do que se passou na A. Geral FPT-15/12 espero que o tal Jurista da FPT que levou uma eternidade a descobrir um artigo para não punir o senhor Dino Almeida, presidente da «atcoimbra», que eventualmente terá rabos-de-palha no processo das licenças dum clube com sede num apartado de correio (!), também encontre desta vez «artigos» para defender a Federação e Associações caso se verifique a existência de Licenças (irregulares falsas ou virtuais) aceites de bandeja pela federação, aumentando o nº de federados para hipoteticamente «receber mais dinheiro do IDP» …com eventual prejuízo para outras Federações.

Claro que tudo isto na sequência da actuação da Atporto, a tal que alardeou por aí que foi beliscada a reputação e a honra «de um (AJPF)» e que os restantes membros da direcção da associação têm seguido a tradição rigor e seriedade …


Não percam o próximo episódio... Será que resta um Pingo de Vergonha

domingo, dezembro 16, 2007

La Cumbre...

Elogio

Ergo a taça ao jornalista de sucesso Manuel Perez, «sem necessidade de zupar em quem quer que fosse», soube brilhante clara e inteligentemente através do «Jornal do Ténis» e do «O JOGO», denunciar situações condenáveis desde 2005, num dos períodos mais negro da história da modalidade.
Saibam uns quantos tirar conclusões da «cumbre» de sábado», e sigam o exemplo do ex-DTN.

Lixatoa

1º-O recado
a)- Ao senhor Eng J.M. Vaz Pinto, aconselha-se a ter cuidado com os e-mail, não vão parar a mãos que não devem, como que a confirmar que afinal sempre há Ópera sem Cantores
b)- À Ex.ª senhora vice/Mª Durão, relembrar que debaixo da capa do Puro Amor andou muita gente a tramá-la
c)- Ao presidente Corrêa de Sampaio, dizer que não dei importância ao que o seu secretário-geral escreveu a PTC, quando em carta manifestou o interesse em unir a família do ténis, esquecendo-se que em certas famílias existem ratos de sacristia.
d)- Com Natal de premeio não se sabe o que vai acontecer; mas pela nossa parte, brindamos com Caviar e Vodka, a atitude do senhor Corrêa de Sampaio e restante direcção, que através do silêncio deram oportunidade ao ex titular do cargo de director técnico apresentar a demissão, preservando-lhe a imagem…

2º -O acontecimento
Dirigentes das associações em A. Geral FPT/15/12, tipo reunião que quase poderíamos denominar «Cimeira de Lixatoa», tiveram um momento de clarividência, e finalmente, para além de acharem que «afinal o DTN já não serve», se é que alguma vez serviu, reconheceram também que era necessário que a FPT (como se esta não soubesse o que se passava há muito…mas enfim), pusesse cobro à bagunça das Licenças!

3º -O Vespertino
Pena o jornalista (publicação do Record de 13/12, em que talvez só ele achou que a FPT foi apanhada de surpresa com a intenção do actual DTN abandonar o cargo), não tivesse percepcionado o mau estar que se ia verificar na AG face à bagunça quem têm sido as Licenças, e não desse sobre este importantíssimo assunto, um lamiré…
Através de alguns pontos «da autoria do bloguista que há muito vem dizendo que o agora auto-demitido DTN não servia», elucide-se:
*Falou-se na Patrícia Valadas; nós somos do ténis e desse tempo…quem não souber a história pergunte aos que nesse tempo treinaram com o agora senhor das «ruxas»
*Também parece que em Portugal não há nenhum treinador chamado Júlio que tenha trabalhado em Sassoeiros
*Para enfeitar a apologia do “nada” não se refere a história da fadiga muscular da Magali
*Escreveu-se ainda, “nada” sobre a Rita Freitas, uma das «lixadatoa» no recente caso Póvoa de Varzim

Face ao que tem girado em torno do “ex- dtn”, ao contrário do jornalista que tem direito a escrever o que quiser, entendemos positivo que a FPT estando pelos cabelos com o auto-demissionário DTN, lhe desse a iniciativa de “zarpar”, evitando condenações em canal aberto, apesar de entendermos que num cargo de directoria nacional se tenha que saber “encaixar” julgamento público, e que à demissão do cargo de DTN tenha anexado a de Capitão da Fed Cup.

Reunião em Fevereiro!

Será que as associações promotoras de licenças falsas irregulares fantasmas ou como lhe quiserem chamar, com clubes virtuais ou panorâmicos, mesmo se estivessem dispostas a dividir as receitas que obteriam com as “ditas cujas” também vão estar presentes?
E as Associações que se mantiveram dentro da legalidade vão dialogar com elas? Estarão na expectativa de ouvirem estapafúrdios argumentos das prevaricadoras ou esperando que façam “mea culpa” restituam o dinheiro que receberam à custa de malabarismos de secretaria?
As drásticas medidas da Federação em relação à tal “cousada” das licenças passarão por mandar auditar as associações?
Espera-se que a FEDE pondere o que de grave se passou na AG, pensando que para além de todas as urgentes medidas que têm de ser tomadas, (não se esqueçam também alguns dirigentes associativos que as verbas que se redistribuem entre FPT/ARs são provenientes do OGE) pode o Secretário de Estado do Desporto Dr Laurentino Dias, desta vez não estar para meias tintas e mandar avançar os homens da PJ considerando estar-se perante burla ao Estado.
a) "post" corrigido
.

quinta-feira, dezembro 13, 2007

Leave tennis alone, and piss off

Não vou abordar o tema das licenças, pois certamente teria de "contar" muito mais e mais grave do que foi escarrapachado no jornal O Jogo
Hoje venho dizer bem "claro" que nem sempre a Demissão se faz com Remissão, face ao que veio a público na edição de 6ª feira dia 7 sábado frio CC/ "Jornal do Ténis" e "Record", que é uma espécie de contraditório sem contradição
.
Uma breve introdução:
Uns gostam de "parkinamente" exercer uma espécie de directo de resposta; prefiro no meu caso, falar verdade e comentar sobre um outro ponto de vista, diferente daquele que já dei parte ao jornal, e a partir deste espaço dar a conhecer publicamente a minha repulsa a uma das diversas e insensatas frases que foram escritas pelos "responsáveis" da Atporto em 18/10 do corrente ano, que apesar de não ter sido publicada a tentativa no JT, não deixa de ser verdade que está escrito e com o meu conhecimento; assim deixa de ser privado…
.
Sendo o JT uma separata, presume-se que a responsabilidade do que se escreve seja da inteiramente de quem o faz e publica; se assim não for, então em vez de "separata" que tal chamarem "suplemento destacável", razão pela qual me interrogo sobre se o "dar conhecimento ao senhor Alexandre Pais" não foi uma sugestão de alguém taciturnamente amargurado e traído pela vida, a quer vingar-se de um jornalista de sucesso
.
"Mente Perversa" para que se saiba, foi o que o ocasional presidente da direcção da direcção da Atporto, (AJPF), em conjugação de esforços com os senhores António Soares Pereira, Rui Mendes de Araújo, Manuel José Figueiredo, João Mota e Juan Ferreira, escreveram (!) sobre a minha pessoa num documento enviado ao JT, cc/ ao sr. Alexandre Pais Director do Jornal Record
.
O "âmago" da questão:
Salvo melhor opinião, a classificação de um ser com "mente perversa" entra no fórum do Estudo de Comportamentos Desviantes, abordado e tratável (!) na Psicologia «Clínica», ou numa fase mais aguda/evolutiva transitar para o campo do rastreio Psiquiátrico patológico em que entre outras doenças deste espectro podemos considerar, a exemplo de degeneração, a doença de Alzheimer, tipificada como uma doença do cérebro (morte das células cerebrais e consequente atrofia do cérebro), progressiva, irreversível e com causas e tratamento ainda desconhecidos, começando por atingir a memória e, progressivamente, as outras funções mentais, acabando por determinar a completa ausência de autonomia dos doentes, em que alguns sinais de alerta se caracterizam pela perda de memória, problemas de linguagem, discernimento fraco ou diminuído alterações na personalidade
.
Prematuramente, se verificarmos certos indicadores de comportamentos desviantes, estaremos perante "perigosos" sobretudo se detectados em indivíduos que profissionalmente desenvolvem a sua actividade primária e prioritariamente com jovens que se situam no período da adolescência; já na infância, diagnósticos de certo modelo de desvio comportamental, pode sugerir a esfera da Pedófila
.
Catalogarem-me como indivíduo "mentalmente perverso" expressamente referido no documento enviado pela Atporto para o senhor Lagos, cc aos director do Record (AP) 2 Jornais Nacionais, é uma forma «esgotoniana» de ofensa e a tentativa de destruição da imagem do homem e do profissional; no meu entender, essa foi a sub-reptícia intenção dos signatários do anexo à carta de 18/10/07, talvez tentando através da Comunicação Social, não o direito legítimo do Exercício do Direito de Resposta se acaso o tivessem, mas sim uma espécie de «auto- elogio-entrevista»
.
Pretendiam assim, negar a evidência de actos e factos tornados públicos, refutar a notícia, contra-atacar de forma poderem silenciar-me a voz pelo descrédito público, e ao mesmo tempo INVIBILIZAR para o futuro qualquer oportunidade da minha RETOMA profissional, que como é do conhecimento geral se situa no ensino e treino desportivo
.
Não reconheço nos signatários da Ofensa nem formação nem legitimidade para tecerem comentários a meu respeito, qualquer que seja o campo, incluindo a GESTÂO DESPORTIVA onde já dei provas sem necessitar de falsear a verdade ou recorrer a irregularidades ou mesmo ilegalidades
.
Um desaforo certamente, os signatários auto-atribuirem um perfil de honestidade, prática de rigor e transparência de procedimentos, ou quaisquer atributos que são próprios de pessoas que a história reconhece ou reconhecerá como irrepreensíveis, o que é todo o contrário aos ofensores
.
Notas conclusivas:
Os que esperavam da minha parte gritos, ameaças ou tons exaltados, demonstraram incapacidade para gerir nas situações difíceis em desporto e muito menos serem responsáveis numa modalidade cuja base de sustentação principal é a self-confidence, o controlo under-pression, inteligência estratégica e a táctica situacional
.
Torna-se assim claro, que dificilmente os signatários da "tal" carta poderão compreender que Adolfo Oliveira utilize "Intensidade" quando defende as suas convicções, contrastando com a gratuita agressividade verbal patente nas alusões e acusações que me fizeram
.
Diria por agora aos dirigentes da Atporto para analisarem o documento (preferencialmente na companhia dum "expert" em português) e ponderarem anexar ao pedido de DEMISSÃO, que se espera, o pedido de REMISSÃO, que dificilmente se concederá

segunda-feira, dezembro 10, 2007

Oh...Pá!


Vamos lá…senhor Jornalista do "Record". Pernte a falta do DTN no Jantar Oficial do Master/FPT escreva lá...:Pá!, isso não se faz.

PARABÉNS
Michelle Brito
.

sábado, dezembro 08, 2007

Família Super Star


À semelhança do que aconteceu com o "acordo" celebrado em 2004 entre a A.T. Porto e Adolfo Oliveira, que tiveram de o redigir 2 vezes, a propósito da notícia de ontem (7/12), do Jornal do Ténis, 2ª tentativa, dirijo-me aos leitores nesta 1ª abordagem, com a promessa que só agora, e como já estão a adivinhar, a procissão começou a andar

Sou da opinião que os senhores "directores" signatários de parte do documento agora publicado, deviam começar por pedir ao signatário Presidente da Direcção que mostre o Mod 10, por ele assinado, enviado por correio com carimbo dos CTT de 13/2/2006
Claro que não me refiro ao "mod" que diz 2ª via, porque esse para além de não corresponder aos valores retidos, é igualmente «alegadamente falso» Se não encontrarem a cópia, peçam-na à Polícia Judiciária.
Também não lhes fazia mal, aproveitarem para indagar junto ao DIAP, se estão envolvidos no processo por Difamação e Injúrias que de decorre contra o presidente da direcção da associação nortenha, por acusações infundadas, e graves e inqualificáveis ofensas escritas e enviadas do seu e-mail particular referenciando-se como responsável da associação para um e-mail com extensão @atcoimbra.com, e cujo nº do processo é divulgado na carta datada de 13/11 enviada ao Director do JT, e que acompanhou o pedido de DR de 7/11, só assinada pelo presidente da direcção.
Para ponderar convenientemente a situação, não seria mau de todo darem uma vista de olhos pelo rejeitado Direito de Resposta de 18/10, certamente por violação à Lei de Imprensa lendo com muita atenção o que está escrito, porque por coisa talvez menos grave houve quem fosse visitar as instalações do DIAP.
Passando a factos em concreto da notícia do JT, apesar de não ter sido transcrito na notícia toda a extensão do ponto 7 (Falsidade…) pondero solicitar aos Exmos. Senhores, Reitor da Universidade do Porto, Presidentes da Câmara de Guimarães, Lousada, Matosinhos e Porto, que possam esclarecer se autorizaram a A.T. Porto a incluir o nome das suas instituições, no documento de Exercício deste Direito de Resposta datado de 7/11/07, que inteligentemente os responsáveis pelo Jornal acharam bem ocultar.

Como poucos acreditam que a Polícia Judiciária…dá levianamente seguimento a "queixinhas", lá mais para o Dezembro dentro «se apreciará na especialidade» a totalidade da notícia.

A minha maneira de brincar é dizer a verdade.
George Bernard Sha
w
.

sexta-feira, novembro 30, 2007

Nuvens cinzentas...

WC pró Curto-circuito
Ao ler a IMPRESSIONANTE notícia no O RECORD sobre a nega à Piedade para a concessão de 1wc, para o Master do Curto-circuito “CIMA” só 1 DM vê a necessidade de se falar noutros jogadores para justificar a falta de vontade e o interesse de querer precaver qualquer contratempo à vitória final de outras jogadoras; vamos a ver se não tropeças no “Julinho”
Depois, e face às justificações do DTN, este ou se esqueceu de ir à escola quando era pequinino, ou caiu-lhe um Bloco de LECA na cabeça quando se construía o «Cremlim Tennis Club»

Mas ninguém tem dúvidas que este DT é esperto; pena que, quando Deus deu a inteligência aos Homens, havia mais gente na fila…se a Piedade jogasse os torneios do circuito e o nacional para que PRECISAVA DE WC?

Bónus…lá para o ano que vem!

E só pagará os 30 mil euros porque o presidente da FPT terá feito um esforço “Rodesano” para arranjar o dinheiro, como se afinal o circuito CIMA fosse o contrário de circuito BAIXO e não a sigla de um patrocinador! Afinal fica-se sem saber o que paga...Claro (contrário de escuro) que isto se refere ao bónus para o Master do Circuito CIMA.

Esperará a federação pelos duodécimos de 2008, e se sim, o Plano e Orçamento vai incluir esta rubrica ou a FEDE vai disfarçar este valor nas verbas a pagar às associações, nomeadamente na do Porto?
Uma Federação sem dinheiro para pagar o que é devido aos jogadores mas sem nunca faltaram «rublos» para comprar WC que valem 60/60, para alimentar o Cremlim Tennis Club, versão "tuga", apoiado pelo Pravda de Sassoeroff...
Há quem engula certas coisas, ou esteja feito com quem anda a vender pentes pr'a carecas, e pense que o estado dá guita para bónusinhos dum circuito privado, e por 1/2 dúzia de pessoas não verificarem se conseguiam cumprir com o prometido; faz-me lembrar o WTA/Campeonatos Internacionais Femininos de Portugal, vulgo Porto Open, agora em versão «Gajas com Pêlo na Venta».

Mas se o patrocinador não cobre a totalidade do circuito, prémios e bónus,que tal mudar de patrocínador, ou melhor (ou pior conforme diria o Martinho da Vila) mude-se de dirigentes, já que nos venderam em 2005 a ideia de um presidente para presidir aos destinos de uma «fede» mas que nem tem morado lá pr'as bandas de Linda-a-Velha.

Com esta falta, não vai haver dinheiro a sério, (parece que a anterior gerência utilizava notas do Monopólio), e tudo indica que, com a crise de falta de dinheiro que parece assolar a FPT , já não se vai fazer as extraordinárias proezas de colocar o ténis no top, afirmação constante num e-mail particular enviado para outro e-mail particular, contendo as “iluminíssimas” prosas escritas pelo ocasional presidente da ATPorto, cuja cópia só por MILAGRE não foi parar numa congregação "mussulim" pedindo que lhe explicassem de facto, o que o "Profeta disse do Toucinho"...continue este «ainda» dirigente a rezar a Deus pelo facto de “eu” não ser daqueles que acorda... MENTALMENTE PERVERSO.


Assim, Novembro é mais cinzento
.

quinta-feira, novembro 29, 2007

EB 2+3 Óscar Lopes

TRITÉNIS
Escola EB 2+3 Óscar Lopes
Matosinhos

Agradecimentos pela recepção participação e divulgação da modalidade no ensino oficial:

Conselho Executivo
Alexandre Magalhães

(Orientador de estágio)
Catarina Ribeiro
Pedro Borges
Samuel Mota
(Estagiários do curso de Educação física do ISMAI)
Professores e alunos das escolas: EB 2+3 de Matosinhos, Miragaia, Paço José, S. João de Deus
Pedro Cordeiro
(seleccionador nacional e aos atletas/alunos do Clip)
Jornal «O JOGO» (pela cobertura e apoio que sempre dispensaram)

Adolfo Oliveira

quarta-feira, novembro 21, 2007

Notícias Fantásticas

No seguimento do “post” anterior, é perceptível que um team faz-se de talentos; nem de propósito dei de “vistas” com um artigo no site da Fede, a reforçar a tomada de posição do senhor João Lagos

Só que após 45 anos no desporto, hoje, pela «first time» tomei conscientemente um comprimido de Magnésio, porque com tanto calcorrear atrás de talentos os músculos foram fraquejando. Espero não ter de tomar Sargenor, face a tanta prosa por aí escrita

A bordo do veleiro “ Lady B”, de Mário Quina, presidente da Classe Dragão, e tendo como cenário a bela Marina de Cascais, em tempo de Mundial de Vela, Maria João Durão, vice-presidente da Federação Portuguesa de Ténis, certamente a pensar no ténis afirma: Acredito que os talentos vão aparecer(extraído do site da FPT)

Desconheço a data certa da afirmação ou da publicação no site da FPT; independente da contextualização da frase, além de um sorriso malicioso, não pude deixar de redigir uma pequena rábula, mesmo sem saber qual a formação desportiva da senhora Vice, que para além do Puro Amor ao ténis, que acredito que tenha, sacar este tipo de frase é como «caçar elefantes com pressão de ar»
Pelo respeito que merecem os talentos que vão aparecer, não pude deixar de relembrar, e também à senhora Vice, que pelo menos ao longo dos últimos 30 anos que levo como técnico e não só, temos tido muitos talentos, como a Ana Sofia Gonçalves (um beijo para a família), Maria Durão (se não estou em erro já não a vejo desde 1999 no PM em Elvas), Tucha Santiago, Susana Marques, Suzy C.Silva (olá states “love love” deste teu amigo), Ângela Cardoso, Márcia(feet work)Gaspar, Tomás Maúl (“Man” por que ilhas andarás?), Luís Sousa Pinto (ias más allá), Sérgio Monteiro (obrigado pela ajuda), Pedro Sousa, João Grama, Gonçalo Francisco, só para citar uns quantos talentos, certamente tão iguais aos que no ano em que a nossa selecção de juniores seria a mais poderosa até essa data a Fede resolveu não participar internacionalmente mesmo contando com, Marco Seruca / Paulo Monteiro (campeões nacionais de pares juniores), Vasco Graça/José Nunes (vices nesse mesmo ano) José Guilherme (campeão nacional singulares juniores), e outros … tudo isto num tempo em que os talentos eram acompanhados por treinadores formados por quem sabia usar uma raquete…e mesmo assim optaram por outras vidas; que tal reflectir…

Pensava que na Fede não se ficavam só pela Fé

terça-feira, novembro 20, 2007

Depois dos 50

Renovação da carta de condução antecipada em 15 anos; em vez dos 65 anos de idade, segundo consta, a renovação deve fazer-se aos 50 e 60 anos, tudo em conformidade com a pretensão do aumento da idade para a reforma com o pretexto que a esperança de vida ter aumentado!
Por outras palavras: estamos mais jovens aos 50/60 para trabalhar mas não estamos para conduzir.
Claro que nos 50 anos basta uma declaração simples de um simples médico, tal como existia no passado em relação aos exames dos praticantes de desporto que agora podem fazer o que quiserem bastando um simples termo de «sua» responsabilidade, tudo dentro de uma lógica de coerência de raciocínio.
Espera-se que se promulgue a obrigação da apresentação de declaração médica para os Governantes possam ser eleitos depois dos 50.

Ao mesmo “tempo” o Jornal Record noticia que os Masters se realizam na Quinta dos Lombos, mesmo sem declaração médica.
A Federação saberá onde se realiza ou terá sido a título particular o DTN a dar a nova ao jornalista sem antes a divulgar dentro da empresa que leva a cargo as notícias da Fede; estar-se-á perante uma forma sub-reptícia de pressão!
Mas o jornal sabe que são 60 mil, mas podia especificar que o orçamento global poderá atingir os 80 mil ou mais, pois os árbitros as bolas a alimentação a hospedagem e o resto dos gastos do staff não é gratuito; pode ser reduzido o gasto se o árbitro da Póvoa trabalhar de graça, num gesto de solidariedade institucional
Vamos acreditar que há $$$ para tudo isto; só que dos 16 jogadores apurados para os Masters e +2 prováveis suplentes, apenas 6 estão declaradamente na vida profissional, facto este, pensemos, poderá ter pesado na ponderação do senhor Lagos ao extinguir o Team Lagos, para não gastar o que é dele...em omeletas…

domingo, novembro 18, 2007

Violação cibernautica

Se Outubro foi um mês que cataloguei de vermelho, estou em crer que Novembro para além de sombrio será cinzento; claro que não morri para desconsolo de alguns...por isso em 1º lugar um bom Domingo, em tarde fria de Novembro; a ausência está referida na barra de subtítulo.

Estava a ponderar aguardar mais uns dias para dar espaço ao Lazer tenístico, mas de repente não queiram lá ver a surpresa que a 14/11 pelas 22:57:43, telefonicamente em 1ª mão, o professor Paulo Silva Vice-presidente do EVS, proprietário da empresa Smashevents, organizador dos Regionais da atporto e de alguns nacionais, me informou que «ele Paulo» era testemunha do senhor Dino Almeida, um dos árbitros habituais nas provas que a Smashevents organiza, no processo que para além de vendedor, aquele árbitro e dirigente da ATCoimbra, moveu contra mim, em acusação entre outras coisas, de violação de correio electrónico.
Que «caixinhas» violei?
Onde quando e a que horas se deu a violação?
Que testemunhará o professor Paulo Silva?
Seja qual for o seu envolvimento desde já o meu agradecimento pela delicadeza de me comunicar tal episódio, que para além de dever ser delicioso ver provarem o crime de violação cibernautica, espero que o senhor Dino Almeida quando formulou a queixa tenha entregue a acta da reunião da direcção onde consta a autorização para pessoalmente apresentar queixa contra «moi», por violação de correspondência da associação…isto para não questionar se “aprioristicamente e respeitosamente” deu conhecimento ao senhor P. Silva que o envolveria nestes assuntos…

domingo, novembro 11, 2007

Google Analytics

Portugaltenis.blogspot.com
actualização de dados Oficiais
Novembro 07

11.723 visitas
41 países
181 cidades
21.910 Exibições de página
210 locais de rede
1,87 Média de exibições de página
00:02:10 Tempo no site

6 sistemas operacionais
Windows = 11.345 96,78%
Macintosh = 252 2,15%
Linux = 116 0,99%
(not set) = 8 0,07%
Nintendo Wii = 1 0,01%
SymbianOS = 1 0,01%

Cisão à Tom & Jerry


Sobre a cisão amigável (before Masters!) entre a jogadora Magalie e o DTN/treinador e mais outras funções que não vêm a propósito, trazidas a lume no jornal “RECORD” e site FPT, a notícia é como gelado de Morangos com Mel, em vez de açúcar.

Ou será esta nova, o «Pré-anúncio» que não vai haver Masters CIMA por falta de graveto?
É que a pouco mais de mês e meio do Final do Ano de 2007 não se sabe onde se realizará o “CIMA”, (pelo menos expresso na folha de rosto do site oficial da FPT) em que um primeiro interesse se prende com a possibilidade dos atletas saberem antecipadamente em que piso se jogará, para não serem surpreendidos desta vez, com um piso “de areia da praia”. Será que esta ausência de informação reflecte o estado de desgoverno que vai em casa desgovernada?

Deve lembrar-se o Presidente da FPT (e certamente o fará) que foi a ele que elegeram para mandar na FEDE por isso era altura de dizer «se há dinheiro ou não para”O CIMA”», pois começo a acreditar que o presidente da ATPorto se enganou quando disse que V. Exas. (a lista candidata) iam colocar o ténis no TOP das modalidades e só assim iria haver dinheiro a sério…
Desculpem o lapso; na altura que “tal” foi escrito, o candidato era outro!

Por falar em TOP, e como o esforço da A. T Lisboa deve ser enorme, pois não conta com aquelas verbas que vêm de «esquisitas» licenças, eis uma ajuda publicitária…

IV Intercidades 2007

Prova destinada aos escalões de Sub 12 e Sub 14 decorreu de 1 a 4 de Novembro na A.T Lisboa, nos courts do CT Monsanto, numa competição por equipas mistas, que contempla 2 encontros de singulares femininos, 2 singulares masculinos e 1 par misto, teve os seguintes resultados finais:

Escalão de sub 12
Vencedor – AT Andaluzia
2º AT Algarve
3º AT Lisboa
4º AT Açores

Escalão sub 14
Vencedor - AT Andaluzia
2º AT Lisboa
3º AT Porto
4º AT Setúbal

sexta-feira, novembro 09, 2007

Pobre cria...

Telefonou-me um amigo, dizendo que lera um comentário num «blog», referência ao facto de Magda Leal ser professora de mini ténis e iniciação, e seleccionadora ao mesmo tempo.
Só agora é que se lembraram de «marrar» com a “poverina”?
Não sei qual o problema passado todo este tempo! Bolas a mulher já era seleccionadora (pelo menos) desde que o actual DTN está em funções, há 2 anos…ou melhor 1 eternidade. Não sei se o convite (para ser ou continuar) não terá sido até formulado em Amarante durante o 1º Ladies Open, organizado cá por «moi»!. Curioso mas não marram com os seleccionadores que “mamam vodka ou outras mixórdias” quando estão ao serviço da pátria lusa, contra os que deixam “kids” sós nos hotéis até às 7 da manhã, ou acompanhantes que têm acidentes de táxis num país qualquer de Leste!. Porque não pedem contas ao DTN que permite (ou obriga) 1 responsável por uma selecção vir de propósito a Lisboa (a) buscar uma “niña” …que tinha pavor de voar solita!.
Pois é amiga Magda; parece que mais uma vez te "enganas-te" (mas sem tracinho nem toucinho) nos amigos e arriscas vender a alma ao diabo por não botares a boca no trombone; não o faças não, e tarda nada estão a exigir que vás a uma instituição de pesquisa mental fazer prova de maturidade intelectual...do resto
da poda tu já sabes

(a)em que rubrica das Contas irá a fpt meter esta viagem extra?


quinta-feira, novembro 08, 2007

Russas ou morenas

Corre nos bastidores, que a Federação paga 2000 euros (rectificação: 1000 €) por cada WC que dispõe nas provas internacionais!!!
Para oferecer sempre aos mesmos atletas?

Senhor presidente da direcção da FEDE, a ser verdade, só pode ser brincadeira!
O dinheiro que a federação recebe das filiações, taxas sobretaxas, dotações oficiais provenientes do IDP, também servem para a federação esbanjar em WC, atribuídos sabe-se lá com que critérios!
Em que rubrica se inseriu esta despesa no Plano e Orçamento para 2007, e onde se vai despejar o custo no próximo Relatório e Contas?
A quem vai ser atribuído os próximos WC nos dois WTA a realizar na Beloura/Sintra?
Às russas ou às morenas?

quarta-feira, novembro 07, 2007

Moi........RIEN

Título da notícia no Jornal O JOGO 6/11/07
Uma mexida nas selecções
A troca de cargos entre André Lopes e Jorge Gonçalves constitui a principal mudança nas selecções nacionais para 2008. Gonçalves passa a comandar os Sub-18 masculinos e Lopes baixa para os Sub-16. Pedro Felner continua nos Sub-14, enquanto nas equipas femininas mantêm-se os mesmos capitães: Miguel Sousa (Sub-18), Gonçalo Portas (Sub-16) e Magda Leal (Sub-14). Quanto às selecções principais, Pedro Cordeiro vai cumprir a quarta época à frente da formação da Taça Davis e Paulo Lucas - recém-chegado da Rússia onde terá contratado quatro atletas para o seu clube - continua a acumular o cargo de director-técnico nacional com o de responsável pela Fed Cup.

......//......

Nada a apontar, nem mesmo o facto do DTN ir buscar Russas ou afins para vencer as Tugas misturadas com umas estrangeirinhas que há uns tempos por cá militam.
Está tudo na graça do Senhor.
As associações caladas como lhes compete, os clubes sem se preocuparem com equipas femininas, o resto vai pagando a licença para jogar uns torneiozinhos C, mesmo com título de A/B, dando muitos filiados à FEDE para esta garantir as dotações oficiais…

«Et moi» que faria?RIEN

.

terça-feira, novembro 06, 2007

Quem vem… atravessa o rio

Rui Veloso nascido em Lisboa
Fez do Porto sua terra
Adolfo veio de Angola
Fez de Portugal o seu País
Já somos dois...

Ou o Presidente da FPT não tem tempo para «petit-paroles», face a tanta “trampa feita” ultimamente ou “não detém o privilégio de mandare por isso permite dar-se ao silêncio.Se está "Prisioneiro da sua Indisponibilidade" aceita-se, mas nunca depois da notícia do Jornal do Ténis sobre o caso ATP/Mosquitos por Cordas. Passou-me pela cabeça q’este dirigente, ou outro, viesse a público esclarecer que pelo menos tem conhecimento do que se passa dentro da federação, mesmo não tomando partido… por mais absurdas e ingénuas razões que lhe assistisse.

Começo veramente a pensar que afinal certas cartas não foram parar aos destinatários, e que para meu sossego, o secretário-geral da FPT, em vez de uma de “mangas de alpaca” poderia “entabular um tête-à-tête”, já que veio ao norte bater umas bolas no Nacional de Veteranos Ficava mais um dia e fazia o que o cargo lhe permite; substituir a Direcção da FPT e marcar presença institucional na cerimónia de entrega os prémios; não é que fizessem falta mas ficava-lhes bem…





.

domingo, novembro 04, 2007

Hoje é Domingo...

…porque ontem foi Sábado, um «vero» pensamento confuciano...

NACIONAL DE VETERANOS
EQUIPAS / (Clubes) Campeãs Nacionais 2007, onde se pode observar uma tranquila entrega de Prémios efectuada pelo presidente do clube em singela cerimónia, onde nem se deu conta da AUSÊNCIA de membros da Direcção da A.T. Porto e da F.P.T.

35> Clube de Ténis do Porto

45> Clube de Ténis de Guimarães

sexta-feira, novembro 02, 2007

Dia de Alguns-Santos

Ontem 1 de Novembro estive no CTP onde tomei conhecimento que Zé Maria Santiago após longo calvário, regressou em grande, obtendo a sua 1ª vitória ao lado de Nuno Marques.
Deu também para uma amena cavaqueira com Paulo Machado e Pinheiro Torres “há anos que não conversávamos” manos Carloto e Gonçalo Magalhães, "Toco" Cerqueira Gomes, entre outras pessoas também de bem, que pela natureza do evento que ali se realiza têm que andar por entre «outros muitos (!)»…por ser dia de todos os santos.

Só que hoje a realidade é bem diferente. Hoje verdadeiramente choramos os mortos; é Dia dos fiéis defuntos, Dia dos mortos ou Dia de finados celebrado pela Igreja Católica no dia 2 de Novembro, logo a seguir ao dia de Todos-os-Santos.

http://www.saberweb.com.br/datas_comemorativas/feriados_religiosos/dia_dos_finados.htm

quinta-feira, novembro 01, 2007

Com polémica...mas sem alcoolémia


Um comentador referenciou que “notícias do norte sem polémicas era no espaço (xpto). Seria mais correcto e mais decente pedir para fazer um «link» ao tal canal» do que aproveitar este Blog para publicidade gratuita. Não custa nada e era uma honra para o tal espaço. Quanto à referência «sem polémica», se quiser ir à missa tenho a Igreja de Valbom à porta de casa, ou então dou um passeio atlântico até à Sé de Braga, na belíssima cidade dos Arcebispos, de onde alguns nunca deviam de lá ter saído, ou voo na AIRTUGA até ao «mosteiro do Kremlin» onde entre outras coisas sempre se pode aliciar “trapezistas do varão”


Sé de Braga


Cultura bloguista
A Sé de Braga, localiza-se na freguesia da , na cidade de Braga, em Portugal. Considerada como um centro de irradiação episcopal e um dos mais importantes templos do românico português, a sua história remonta à obra do primeiro bispo, D. Pedro de Braga, correspondendo à restauração da episcopal em 1070, de que não se conservam vestígios. Nesta catedral encontram-se os túmulos de Henrique de Borgonha e sua mulher, Teresa de Leão, os condes do Condado Portucalense, pais do rei D. Afonso Henriques. Nas dependências da antiga casa do Cabido, mandada, construir no início do século XVIII, pelo Arcebispo D. Rodrigo de Moura Teles encontra-se o Tesouro Museu da Sé Catedral
Origem
: Wikipédia, a enciclopédia livre.

-

quarta-feira, outubro 31, 2007

Pecados Poveiros

Pergunto-me senhor Presidente do Conselho Jurisdicional da FPT, se no caso Póvoa de Varzim, o órgão que V. Ex.ª preside tratou o assunto com a mesma leveza como o fez relativamente ao pedido que o «PTC» lhe solicitou por carta em 2006? Será que de facto deliberaram, ou passaram os olhos pelo conteúdo da mesma? Se o fizeram, fizeram-no mal, pois o que a Justiça não desportiva entendeu, foi rigorosamente contrário ao que a FPT transmitiu.Ou será que o C. Jurisdicional não teve conhecimento da carta? Não quero acreditar, que isso possa acontecer…


E para que se possa melhor compreender como detectar um mau Árbitro eis o artigo completo..
o corpo em forma de ampulheta


A pesquisa, que foi publicada no jornal da Associação de Psicólogos Americanos (APA), foi feita com 16 voluntários divididos em 8 homens e 8 mulheres, metade heterossexual e a outra homossexual, segundo O Dia. No trabalho, os voluntários foram convidados a andar em uma esteira rolante por 2 minutos, onde eram filmados. "Nós sabemos que homens e mulheres têm corpos diferentes e andam de maneira distinta e podemos provar que observadores casuais podem identificar se eles são heterossexuais, gays ou lésbicas, com uma percepção bastante apurada", disse o autor do estudo Kerri Johnson, professor-assistente da UCLA. Johnson e seus colegas colocaram em foco na pesquisa os quadris, a cintura e os ombros dos voluntários. Eles gravaram as imagens do grupo em um sistema de vídeo tridimensional e conseguiram chegar a uma fórmula. Segundo os pesquisadores, homens gays, diferentemente de heterossexuais, têm o corpo em forma de ampulheta e balançam os quadris. Já as mulheres têm o corpo em forma tubular e balançam mais os ombros do que as heterossexuais. Para comprovar esta teoria os pesquisadores levaram 112 estudantes a analisar os vídeos, que mostravam os voluntários andando de costas em diversas velocidades. Resultado: os alunos conseguiram definir - sem ver os rostos -, a orientação sexual dos voluntários. Detalhe: em relação aos gays, os estudantes tiveram 60% de acerto, enquanto que com as mulheres homossexuais o grau de acerto foi menor, mostrando que as lésbicas são menos detectáveis que os homens homossexuais. Assim, os pesquisadores concluíram que observadores comuns podem identificar correctamente um gay ou uma lésbica com um mínimo de informações Fonte: Pravda.ruGays e lésbicas podem ser detectados visualmente pelo tipo de corpo e pela forma que caminham, revela um estudo conduzido pelas universidades de Nova Iorque e UCLA.



segunda-feira, outubro 29, 2007

O 50º… resolve

Tnis CasoPovoa
Conselho Jurisdicional protegeu Dino Almeida
M.P.
Ao considerar improcedente a queixa apresentada por Rita Freitas e Daria Neterina relativa às faltas de comparência que lhes foram aplicadas, em Agosto, no torneio de 10.000 euros da Póvoa de Varzim, a Federação Portuguesa de Ténis - apoiada pelo Conselho Jurisdicional - optou por uma clara protecção ao juiz-árbitro. . A função foi desempenhada por Dino Almeida - nunca é demais lembrar que acumula o cargo de presidente da Associação de Ténis de Coimbra - e no caso de Rita Freitas não existiu a mínima preocupação em defender alguém que fez questão de esperar quase duas horas pela adversária. . A decisão baseou-se no artigo 50ª do Regulamento Administrativo e, em especial, no facto de, passa-se a citar, "todo o protesto ou reclamação não registado no boletim de jogo ou não apresentado por escrito no prazo de 36 horas após o facto que lhe deu origem é irrelevante".

......//......

C. Jurisdicional da Federação Portuguesa de Ténis, “parece” que entende não haver nada a apontar (presumo que não há faltas de comparência) no torneio da Póvoa de Varzim…por não haver registo de protesto ou reclamação em boletim de jogo.
Um jogador pode escrever no boletim de jogo utilizado pela equipa de arbitragem?
Os encontros realizaram-se?
Não constam faltas de comparência?
Nos quadros aparece «o resultado dos encontros!»?
Levaram dois (2) meses para encontrarem um artigo «50» do Regulamento Administrativo!!! para proteger o presidente da A.T. Coimbra borrifando-se para todas as outras violações associadas ao caso?

E que diz o relatório?
Ao menos foi entregue algum Relatório, mesmo que tardiamente?
Se não há relatório como é que o C. Jurisdicional apreciou o caso?
Com base numa "imaginação perversa"?

Lembrar-se-á a Rita Freitas do post de "Wednesday, October 24, 2007
Diga 33 " onde sugiro: VÁ PARA TRIBUNAL, A ÚNICA LINGUAGEM QUE CERTA GENTE MERECE.
Sabem o porquê do título “Diga 33”. É o que os médicos «antigamente» pediam aos doentes… e é este o estado actual do o ténis

Senhor Secretário Estado do Desporto, tome medidas, mas sérias.

domingo, outubro 28, 2007

Parabéns Inácio

Te voglio bene assai ma tanto tanto bene sai e' una catena ormai che scioglie il sangue dint'e vene sai...

sexta-feira, outubro 26, 2007

quinta-feira, outubro 25, 2007

Ténis - O que mudou

Ricardo Roseira Cayolla apresenta no próximo dia 26 às 21h30, na Biblioteca Municipal Florbela Espanca em Matosinhos, o seu novo livro, Ténis O que mudou
O acto conta com a presença do Dr Fernando Gomes, e a apresentação estará a cargo do jornalista Carlos Daniel
O convite foi formulado pelo Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos Dr. Guilherme Pinto.

Desde já parabéns e votos de enorme êxito.

,

quarta-feira, outubro 24, 2007

Diga 33

Notícia do Jornal O JOGO 24 de Outubro 2007
Conselho Jurisdicional analisa sem o relatório

M.P.

A queixa de Rita Freitas relativa à falta de comparência averbada, há dois meses e meio, no torneio de 10.000 euros da Póvoa de Varzim, já está na posse do Conselho Jurisdicional da Federação Portuguesa de Ténis. Falta, porém, o relatório do juiz-árbitro, Dino Almeida.
Recorde-se que apesar de ter esperado quase duas horas pela adversária (Magali de Lattre), Rita Freitas foi eliminada...
A ex-campeã juvenil não se conformou com tamanha injustiça e fez uma exposição à FPT. Volvido um considerável período de tempo, ficou ontem a saber que o clube que representa (Carcavelos Ténis) recebeu, através de correio electrónico, o anúncio de que a questão iria ser avaliada pelo CJ.
Quem continua a exercer a actividade sem qualquer tipo de represália é Dino Almeida. O facto de ser também presidente da Associação de Ténis de Coimbra leva a que, nos bastidores, se pense que irá ficar impune perante uma situação tão grave.

E ao que parece Rita Freitas está disposta a ir até às últimas consequência
Pela forma como a FPT tratou o processo de ofensas por parte do presidente da ATPorto contra a minha pessoa, em que a FEDE se esteve “borrifando” até para a interpolação feita pelo Instituto do Desporto de Portugal, ela que não vá em histórias de unir a família do ténis pelo PURO Amor…e faça como eu: VÁ PARA TRIBUNAL, A ÚNICA LINGUAGEM QUE CERTA GENTE MERECE.

É que a Associação de Ténis do Porto não enviou os relatóriospor protecção, ou será que presidente da A T de Coimbra goza de impunidade?
Estacionámos no 24 d’Abril?

terça-feira, outubro 23, 2007

Um Zé

O Comentador referiu, eu ter recebido «ordens» de um Zé-qualquer, e queria saber o que se tinha passado? O “Feito” em vez de fedelhice devia ter outra denominação: Talvez pulhice fosse o mais ajustado.

FEDELHO!
Foi exactamente aquilo que afirmei que o árbitro Cassiano (o tal que tem tido muito trabalho ultimamente) tinha sido Montemor
Afirmação feita durante a final de Pares Femininas no Porto Open deste ano, «aquando de uma entrega de prémios aos pares femininos, a raiar a comédia», e só por este ter dito a enormidade que disse, na presença dos senhores Pedro e Vítor, em relação ao episódio acontecido na cidade Alentejana…onde carne de cerdo é mesmo carne de porco…
Presumivelmente não terá sido fedelho, pois um árbitro de cadeira que dá um “Aviso” à laia de «dono», a uma jogadora, cito as suas palavras «foi para castigar a tua atitude» não é fedelho…é pior.
Reconheceu que não sabia o que o treinador falara e castigou a atleta?
Claro que viu e ouviu perfeitamente um… “fala com o árbitro de cadeira” que era exactamente este mesmo Gonçalo cassiano
Em vez de se armar em Juiz de fim-de-semana, devia ter mandado calar o «atrasado» que estava no topo da bancada aos berros ao telemóvel, mas para isso não os teve no sítio.
Quanto a castigar-me, este árbitro deve pensar que já nasceu adulto, esqueceu-se que ainda hoje é demasiado «menino», para castigar homens.
Que pena não lhe terem sacudido as moscas …“em criança”.


Pena não lhe terem sacudido as moscas “em criança”.

.

segunda-feira, outubro 22, 2007

500 ...Pesadelos

Quantas vezes dissemos que nada nos poderia separar, nem 500 noites …mas pior no amor é que no final quedam sempre pontos suspensivos, fazemos figura de tolo, não conseguimos esconder o que não queremos que saibam, reprimimos sentimentos para que não nos chamem tolos, mesmo que soframos por falta de coragem em deixar que nos chamem tolos Por me sentir fraquejar por alguém que não pode ou não quero que esteja no meu tempo, resta-me ter inteligência suficiente para esconder o que vai na alma, não fazer figura de tolo, e não permitir que se saiba do meu penar, mesmo que no fim sofra por não ter tido a coragem de ter sido um tolo

domingo, outubro 21, 2007

«Pedo» quê?

Foi. J. Lagos que escreveu:”pedofilia desportiva / assalto à mão armada no Jornal do Ténis /o R de 19 de Outubro 2007, fazendo-o sempre de forma politicamente correcta.
É precisamente a violação das «consciências inocentes» que tem permitido que este tipo de situação aconteça. Mas se uma criança não se sabe defender, o mesmo não se pode dizer, dos adultos em geral que podem até não saber de ténis!
Mas sabem, dirigentes de clubes e associações/federação (se não sabem demitam-se), e estão silenciados.
O que me preocupa de momento são pais, "se" por “pataca e meia”, colocarem em risco a vida dos filhos, dos filhos dos outros, e dos “vindouros”, como aconteceu, acontece e acontecerá… se acaso souberem o que não sabemos, e o silêncio for comprometedor

Bem-haja!
Já não estamos sós

A Ricardo e Edna

Envelhecemos desde que nascemos; nós que amamos as mulheres sem as conhecermos, que vamos chorando de filhos em filhos, quando reparamos no amargo de uma vida que se esvai em areia fina por entre dedos frágeis das crianças, que teimosamente não queremos que cresçam, é que nos damos conta que o Outono dura apenas o tempo que tarda a chegar o Inverno
20/10/2007
Adolfo Oliveira

sábado, outubro 20, 2007

Vai uma apostinha...

Senhor presidente da Federação: Se fosse possível o acesso ao registo das viagens «by airplane» que são utilizadas pelos “membros” que estão de alguma forma ligados à instituição, o que encontraríamos?

Vai uma “apostinha” que há viagens a mais…ou justificações a menos!

Fazemos um Vídeo sobre o assunto, senhora Seleccionadora?

sexta-feira, outubro 19, 2007

2 patas...

Senhor comentador que alerta para o facto dos meus amigos, (presumo MP «Manuel Perez» e JL «João Lagos!»), virem um dia a morder-me! obrigado pela preocupação, mas os meus amigos não mordem (nem ladram).
Mas que anda por aí muito cão de 2 patas…

Se alguns dos meus amigos um dia romper relações comigo
não será nada do que antes não me tivesse já acontecido

Anedota
Um sujeito vai ao cinema e repara numa senhora com um cão que vai reagindo às melhores partes do filme, como se estivesse a compreender e a gostar do filme.
A dada altura ele diz à mulher:
- Sabe... Estava aqui a olhar para o seu cão... E confesso que estou muito surpreendido...
- Mais surpreendida estou eu!
- Ai sim? Então porquê?

- É que ele leu o livro e não gostou...-

,

 
Web Analytics