segunda-feira, maio 31, 2010

Leiria

Vamos ver o que nos trás de "perplexidade"

http://www.atlei.pt/images/stories/Documentos/Convocatria_AG_Extra.pdf

E vamos cantando e rindo...

PS decide apoiar Manuel Alegre...

Mas só depois da Manifestação dos 300 Mil!!!

são tão previsíveis...


"esquerda em confrontro"


domingo, maio 30, 2010

sábado, maio 29, 2010

E A MELHOR FOI...


EUROVISÃO

DIVINAL

Parabéns ao cartoonista

.


Cuidado com as carteiras. Agora a escolha é entre o salário e o assalto! O aumento do IRS dará 500 milhões, o que equivale a 15 Jardins Gonçalves; Mais 300 milhões em IVA, são 30 Paulos Teixeiras Pintos; e os 17 milhões do Iva sobre produtos médicos são 6 Mexias". Ou seja, "nunca tanta gente foi tão explorada para que tão pouca gente ganhasse tanto à custa do sacrifício de tantos." (Francisco Louçã)

.

Será que este deputado tem razão?


.

quinta-feira, maio 27, 2010

Será!

http://aladerei.e-xadrez.com/2010/05/27/%c2%abquanto-ganha-um-dirigente-desportivo-federado%c2%bb-por-jose-m-meirim/

Acusado, não réu

http://www.jornaldeleiria.pt/portal/index.php?id=4794

Conheço o senhor Guilherme Lopes faz mais de 15 anos e, até que se prove o contrário, não ACREDITO.

Mas sugiro, senhor Secretário de Estado do Desporto, que mande auditar A Federação e todas as Associações nas suas actividades pelo menos nos últimos 10 anos. O dinheiro que gastou em subsidiar o que qualquer expert sabia que a nada conduzia dava para pagar a auditores externos.

terça-feira, maio 25, 2010

Apenas a minha opinião...


Está na hora da mudança com um nobre na Presidência

.

(Se eu fosse o candidato)

.

Introdução

.

Quando se avança para uma candidatura tem que se contar com vários factores, entre eles as traições e os volte-face do improviso de comportamento para além das jogadas de bastidores.

.

Por essa razão e porque estive ligado até 2005 a algumas situações de eleições, Associação e da própria Federação mais recentemente, e no passado longínquo quando “perdi” as eleições para uma Câmara ao apoiar um homem de princípios, e também um amigo, retive que há estratégias que devem ser seguidas para o que “vier”!

.

Quadro de focalização das prioridades que deve ter um candidato como Nobre, com base na leitura da estrutura actual do país

.

Quadro População Alvo

.

Abstenção

Não se têm revisto no actual quadro partidário

Emigrantes

Vêem com preocupação o futuro do País

Ex Colonos

Representam um valor superior a 500 mil que nunca se viram representados

Votantes 1ª vez

Um futuro que não existe para a maior parte deles

Dissidentes

Todos s que esperam uma oportunidade

.

Desenvolvimento

.

1

.

Fica claro que a 1ª intervenção/momento de fundo deverá focalizar o Mundial na África do Sul e por ser um país africano pela 1ª vez a organizar; Portugal regressa a África com o apoio de todos os africanos de expressão portuguesa, desta vez por razões meritórias.

O desporto como factor de união dos povos independentes das ideologias.

Fernando Nobre representa esta vertente – a Universalidade da sua acção enquanto Homem e Médico – e deve aproveitar a deixa de Mourinho quando este refere que "sente-se mal" por ganhar tanto em momento crise - mas Nobre sente-se mal por ganhar muito menos, em todos os momentos que se sujeitou estar perante a miséria e a fome, que deverá ser erradicada, em Portugal e no resto do Mundo.

.

2

.

A seguinte Intervenção/momento deve efectuar-se a seguir ao mundial independente do resultado for Sucesso ou Fracasso da selecção, aproveitando o sentimento popular e patriótico.

A selecção “foi a de todos nós e dos países dos Palop’s” incluindo o sempre candidato Brasil.

Nobre terá de empolgar a Universalidade da Língua Mãe e do que fomos enquanto País cujos governantes e presidentes até à data, não foram capazes de perceber nem preservar uma Diáspora de Abraço, esquecendo e passando a factos da história a Exploração das Oportunidades a que os povos dos diversos países foram sujeitos, e que na verdade mereciam muito mais do que se tem feito pelos cidadãos comuns de todos os territórios onde se fala a língua de Camões

.

3

.

Terceira intervenção/momento obrigatoriamente efectuada antes de perfazer um ano de governo desde as eleições legislativas de 2009.

O Governo e a Oposição foram capazes de encontrar no actual PR o juiz que o povo português esperava. Por sua vez Alegre não foi nem é capaz de superara as suas intenções pessoais dos desígnios que se espera do Chefe Supremo da Nação.

Os opositores a Nobre jogaram o seu futuro político na crise de 2009/10 relegando para o esquecimento a nação em si e no seu todo, nunca tendo uma palavra para os “soldados desconhecidos”, os anónimos que no silêncio da sua labuta foram verdadeiramente os responsáveis pela manutenção da PAZ em Portugal

.

4

.

A quarta intervenção/modelo terá de ser em Dezembro, o mês da paz, mês da concórdia mas também o de olhar para os mais desfavorecidos.

Evocar o Menino Jesus como símbolo da solidariedade com os mais pobres os carenciados os que necessitam dos mais evoluídos para poderem ter uma vida que não envergonhe o resto da população.

Nobre rejeita o Caminho para a Degradação de Portugal enquanto “Nação de Pessoas” em substituição de um território existindo como Nação de “Sociedades de Irresponsabilidade Ilimitada”

Não se quer, nem se imagina um País com duas classes:

.

a)- Das pessoas

b)- Dos indigentes

.

Não foi para se atingir um grau de tristeza e miséria que Milhões de Portugueses deram a sua vida ao longo de 9 séculos, pelos quatro cantos de um Mundo que é redondo, e não tendo cantos apresenta “resvalos”, e se continuar este estado de sítio financeiro e humano os portugueses podem deslizar para o antípoda.

.

Os Candidatos

.

Aníbal Cavaco Silva

Sabemos quem é, sabemos ser a renovação do mesmo mas mais envelhecido, exultando causas economicistas, e deixando transparecer não ter sido 1º ministro e co-responsável pela actual situação de Portugal por um lado, e por outro a incapacidade de afastar a tentação da recandidatura demonstrando a sua indecisão num dos assuntos que mais exigiria de um PR, a promulgação de lei do aborto, num pais tradicionalmente católico e depois de uma aplaudida e apoteótica visita de Sua Santidade, o Papa Bento XVI.

Já percebêramos também do caos de escutas a Belém, que o PR deixou a peculiar sensação de não unidade e bom relacionamento entre órgãos de soberania, situação intolerável num estado que se quer coeso

.

Manuel Alegre,

Debutou a primeira vez e debuta mais uma vez no palco dos elegíveis como se fosse o Arauto da Nação o Imaculado, e Sol da nossa esperança.

Na verdade representa um caminho de traição aos portugueses em África, aos soldados cujo pré mal dava para comprar selos para as cartas que queriam enviar aos familiares, no fundo, a todos os que, com o seu sacrifício, sustentavam Portugal

Alegre é a representação cénica e desacreditada da “Ditadura do Contra” o Totalitarismo Mental de quem só aceita a diferença se esta tiver a sua própria cor e convicção ideológica, e que se refugia em catarses políticas para pretender demonstrar filosofias ultrapassadas e que não permitirão tratar dos portuguesa no presente, e essencialmente no futuro.

.

Fernando Nobre

Quem é então este homem, como Candidato e Cidadão do mundo, e diferente dos que contra ele concorrem.

Pela natureza do seu desempenho profissional fez um juramento que o obriga a defender a vida acima de tudo, e por essa postura perante a vida, e consagrada no reconhecimento internacional, pode dar ao Governo e à Oposição um mandato de Esperança e de Firmeza de princípios e o equilíbrio necessário para que Portugal saia da crise actual e das que virão a declarar-se.

Também é o único capaz de motivar o Grande Capital para que encete uma renovação da Mentalidade Empresarial que permita ao país não depender de quem na Europa e no Mundo já deu provas de ambição desmedida e de consequências desastrosas para as sociedades pacíficas.

.

por isso Nobre apoiará o desenvolvimento do “Instituto Privado” como motor da economia corrente, e ao mesmo tempo a “Força do Estado” representado pelos Governos legítimos como garantes da paz e do bem-estar dos Braços da Produção. Ele é por si só a “Instituição”, uma que se criou e cresceu ao longo dos anos com sacrifício e abnegação.

.

A sua candidatura é sempre por Portugal e pelos Portugueses

A decisão caberá sempre aos eleitores, mas deverá sempre caber aos portugueses. Nem todos se revêem na luxúria; para a esmagadora maioria dos portugueses, ser feliz e ter o que baste na velhice é dádiva da vida. É para isso que vivem é para isso que votam

.

A decisão cabe-lhe, o voto é seu, negoceie bem

.

.

.

Nota: este pensamento foi escrito e publicado sem qualquer interferência do Candidato Fernando Nobre e sem seu conhecimento. Resulta apenas de uma apreciação particular de factos e perfis, e de quem gostaria que Portugal tivesse como Presidente da República para o próximo mandato.

segunda-feira, maio 24, 2010

Espero que não seja preciso...

Fomos herói em papéis que não escolhemos, representámo-los com a verdade que só os verdadeiros actores conseguem – papeis que não se escrevem, não se memorizam num guião ou se corrigem quando as deixas falham.

Escrevemos sonhos com tantas lágrimas que espero já as termos secado para que o tempo não nos permita recordar a última vez que chorámos.

domingo, maio 23, 2010

Quero reconquistar Lisboa ao Infiel

Num momento em que tanto se fala da República, em que até mostram Gráficos Comparativos dos Crescimento de Portugal entre 1900 e 2010 não podia deixar de pensar...

.

[A notícia do regicídio no “meio de uma nação civilizada, em que a justiça constituía o mais nobre e o mais assinado dos seus atributos caiu sobre a população como a mais profunda mágoa pois, descobriu-se que os mais terríveis cogitadores circulavam entre nós e, assim, se desfez o ideal de que Portugal sempre havia estimado os seus mais altos Magistrados]

***

ATÉ TENHO MEDO DE PEGAR NESTE PONTO HISTÓRICO!...saber o engano e logro que caí em tempos de infância, e ver agora que a República está assente em assassínios e assassinos sem escrúpulos que não hesitaram em matar para atingir inconfessos interesses que não eram o bem da Pátria mas sim a ganância do poder.

.

Sinto que a ciência erra quando diz que o crime não é genético que pode até o não ser no âmbito “Cromossomático” mas no grupo “Partidário” já não terei tanta certeza. É em momentos destes, momentos de angústia patriótica, que escuto vozes que me traduzem a grandeza dos verdadeiros homens em quem me revejo, acompanharam a minha infância, deram-me na odisseia dos sonhos o verdadeiro significado da Dignidade do amor e do Respeito pelos seres humanos, espécie que se vai degradando pela toma do vírus da corrupção que já nem se recata ou se encapota, mas antes faz jus à sua clara e impune actuação.

.

Sinto-me por vezes um “Che” um “Nelson” com ânsias de regressar aos tempos de Cito, pegar uma espada e sair bramindo a lâmina da Decência, e em estocadas relampejantes limpar o universo da escória humana.

.

Mas sou apenas um Revolucionário em Fim de Estação, sem armas e sem companheiros de aventura, sem chapéus de aba negra e compridos lenços vermelhos arrastando pelo chão e arrastando os sonhos pelas areias da praia de desertos austrais em tempo de calemas serenas, em que imaginava que uma pátria se faria com pessoas e não com talões de caixas registadoras ou pagamentos de impostos de sangue para sustentar a necessidade dos vampiros deste século.


.

sexta-feira, maio 21, 2010

O Imperador e a Mulata

.

No dia 10 de Maio do presente mês publiquei “no FB” um conto intitulado O Imperador e a Mulata que terminava assim:

.

>Pedro começara a subir as escadas de acesso ao convés sem olhar atrás. Aquela nau levava a bordo o único homem que sabia que os Estados Unidos da Lusitânia seriam o melhor que podia acontecer aos “seus povos”, num futuro longínquo <

.

Ontem abri o JN e li que Lula da Silva afirmara que o Brasil ia ajudar Portugal...!!! O que, é uma lição para os senhores da política nacional que têm privilegiado a Europa para lá das nossas raízes e que se afastaram do triângulo natural na vocação de Portugal no mundo.

.

Na análise que fiz, entendo que Lula da Silva hoje deu o mote para o futuro, deixando subentender para quem quiser usar a inteligência, que a soberania e os desígnios do povo português estão na constituição de um fortíssimo elo de solidariedade e comunhão de interesses que envolverá num futuro próximo o Brasil - Portugal - Cabo-Verde - S. Tomé e Príncipe – Angola – Moçambique.

.

Teria já D Pedro IV e I do Brasil a previsão, que um dia, o Presidente do país por quem ele dera o “grito do Ipiranga” olharia para Portugal com muito mais respeito que certos utentes da Pátria Lusa o têm feito. Porque de mim depende, com ou sem a sua aceitação, senhor Lula da Silva, considere o conto no início sublinhado, em sua honra publicado

.

Muito obrigado por querer ajudar Portugal.

.

quinta-feira, maio 20, 2010

Será o melhor comentador do mundo?

Não percebo rigorosamente nada do que diz...mas é 5*
.

quarta-feira, maio 19, 2010

O que nos sobra!

Tenemos poetas, colgados, canallas,Quijotes y Sanchos, Babel y Sodoma,abuelos que siempre ganaban batallas,caminos que nunca llevaban a RomaTenemos zapatos, orgullo, presente, tenemos costumbres, pudores, jadeos,tenemos la boca, tenemos los dientes,saliva, cinismo, locura, deseo.Tenemos el sexo y el rock y la droga,los pies en el barrio, y el grito en el cielo,tenemos Quintero, León y Quiroga,y un bisnes pendiente con Pedro Botero

E nós o que temos em Portugal!

Só mentiras?

segunda-feira, maio 17, 2010

Faltou à palavra?

.

No dia 2 de Junho de 2009 terminou o mandato da então Direcção e restantes Órgãos sócias da Associação de Ténis do Porto pelo que deveria ter feito eleições o que não se verificou ao momento.

.

Desconheço se entretanto foi, como estabelece a lei, realizado até 31 de Março do corrente ano a Assembleia-geral para “aprovar ou não” as Contas e o Relatório da actividade relativo ao ano transacto.

.

No entanto se o fizeram, estranha-se que não houvesse eleições na Associação!

.

Que argumentarão os clubes sobre a sua responsabilidade no assunto, e o que tem feito a Federação Portuguesa de Ténis que sabe ter uma associação nesta situação, recebe verbas do estado, e vota em A geral da FPT sem mandato expresso.

.

Que dirá o senhor Secretário de Estado do Desportos sobre o facto de uma Federação com Estatuto de Utilidade Pública poder não estar regular e ser regularmente representada pelas Associações nela inscritas.

.

No dia 2 de Junho de 2005, na qualidade de Vice-presidente do Clube de Ténis de Amarante, estive presente numa assembleia-geral, para fins de Eleições dos Corpos Sociais para o quadriénio seguinte.

.

Nessa assembleia o presidente o Clube de Ténis do Marco de Canaveses interpelou o presidente da Direcção em exercício, e único candidato, sobre o facto da Associação, não ter ainda a Actividade Aberta nas Finanças, tendo este reconhecido que de facto a Associação não tinha a actividade aberta, comprometendo-se a fazê-lo de imediato, afirmação que deverá constar da Acta dessa assembleia-geral.

.

No dia 8 de Abril 2010, tive conhecimento que a Associação de Ténis do Porto, ainda não efectuara a Abertura da Actividade na Repartição de Finanças da área de sua residência fiscal.

.

A quem de direito: desconheço o que farão...

.

http://portugaltenis.blogspot.com/2010/05/sera-extensivo-ao-desporto.html

sábado, maio 15, 2010

Bom Fim de semana

Ser Pobre não é pecado Senhor

.

Mas francamente,

Não dá para comprar o descanso

sexta-feira, maio 14, 2010

Eles é que deram espectáculo


.
¡

DUH!!!!!


Não queira acreditar no que estava a ler!

Ainda não estou em mim...

.

Senhor Doutor! Está desculpado...


quinta-feira, maio 13, 2010

Santíssimo, está em Portugal

Esta é por respeito a Maria Madalena


quarta-feira, maio 12, 2010

Será extensivo ao desporto?

Entregar Declaração do Início da Actividade
.

Nos primeiros 15 dias após o registo, a Associação deve entregar a declaração do início da actividade na Repartição de Finanças da área onde fica a sede social da entidade e assim regularizar a sua situação relativamente ao cumprimento das obrigações fiscais
.
Será que todas estão regulares senhor Secretário de Estado do Desporto e senhor Ministro das Finanças!
No vosso lugar não seria "assim tão crente".

 
Web Analytics