terça-feira, novembro 30, 2010

Pedaços sem consolo

Cito Loio jamais esqueceria Carla, não voltaria a encontrar uma mulher com “o rosto”, “os olhos” e muito menos “a alma” de Schi - e nunca mais lançou granadas....

segunda-feira, novembro 29, 2010

Viagens malucas...

Porque não!

A todos desejo um início de semana com paz e $$$ que a gaita do dinheiro “mete-se” em tudo onde não é chamado

Aproveitem, e desfrutem do Beijo!


sábado, novembro 27, 2010

Um toque de frescura....

Porque nasci com esta força interior! Porque me fiz revolucionário!

Porque deixei viver Eça e Camões em mim! Porque permiti que crescesse dentro de mim, “um toque de loucura!!!” que me levou a deixar nascer este amor por ti!



quinta-feira, novembro 25, 2010

terça-feira, novembro 23, 2010

Eu escrevi um livro


Maria Emília Loureiro

Uma das coisas que me dá um gozo enorme é conhecer esta mulher pessoalmente.

Obrigado por todo o apoio que me deste para o Workshop na FEUP

Por tudo e especialmente pela AMIZADE, este Adágio é teu.

Aconteceu, ontem!


Workshop

Faculdade de Engenharia do Porto

Escrita Criativa

Organização _ Associação de Estudantes

Autor convidado – Adolfo Castelbranco Oliveira

Livro base – Uma Persiana na Janela

O evento, integrado na semana cultural, teve a duração de 1h30’ em que se abordou o tema “como escrever um livro” com uma participação de nível elevado por parte dos alunos da FEUP presentes, e em que foi apresentado um conjunto de dados e ideias que devem estar presentes na escrita criativa, independente do género.

PROGRAMA APRESENTADO

sexta-feira, novembro 19, 2010

2 em 1 - Desporto/Cultura

Clube de TÉNIS

Quinta da Moura

BARCARENA

FEUP

Semana Cultural

domingo, novembro 14, 2010

Timor-Leste disponível...



Ramos-Horta: Timor-Leste disponível para comprar dívida portuguesa

Claro que esta notícia Às 10 da madrugada de um domingo banal, não era expectável, e se assim o afirmo assim aconteceu. Não queria acreditar no que lia em rodapé no ecrã da TV até que ouvi a voz do empregado de balcão soltar um... au que nós xiguemos !


Não dava para acreditar! Portugal, um Povo, uma Nação, aquela que deu novos mundos ao mundo, que teve um Camões que escreveu os Lusíadas, espalhou a voz da Amália pelos quatro cantos do mundo, tingiu as páginas da história da humanidade com o romance de Pedro e Inês, assistiu ao milagre da Rainha Santa, abraçou os seus irmãos de África, mesclou-se numa raça até então desconhecida, ia ser ajudado por um ex território, feito País, que até há poucos anos atrás a única coisa que produzia era guerra "indonésica" ia ajudar ex antigo pais colonizador!

Já estou, como o tal empregado de bar, certamente sem formação superior...

Ao que chegámos!!!

Versos em MIM

Sempre desejei que a vida não fosse cinzenta

Bom Outono, depois de um bom Outubro...

.

quinta-feira, novembro 11, 2010

Três Mulheres com M

Uma foto três grandes mulheres...o reconhecimento do maior poeta da humanidade, CAMÕES, e um livro que homenageia a melhor obra de Deus...a MULHER

quarta-feira, novembro 10, 2010

Demissão premeditada!

Se fosse um pedaço de mulher dedicava-lhe esta canção!!!

Um descanso da prosa política nacional e uma passagem breve pelo ténis.

Tive conhecimento que o actual presidente da FPT não se vai recandidatar!

Acho que faz mal e as desculpas que apresenta são inadmissíveis – os afazeres profissionais já os tinha antes de Março de 2009 quando se candidatou, sabendo ainda, e enquanto jurista, que o mandato era para 4 anos

Passado pouco mais de ano e meio, demite-se!

quinta-feira, novembro 04, 2010

A nova Poesia

A MARMANJONA DO VIRA-LATAS

1º Poema ENTER do Cito

Saí esta manhã de casa, (virgula + enter)
vi um cão de volta dos tambores do lixo (enter)
que me deixou triste (ponto + enter)

O vira-latas tinha tanta fome como muita gente (enter)
que perdeu o emprego (enter)
e tem de sobreviver com o RIS (ponto +enter)

E vagueou-se-me o pensamento (enter)
quando olhei para as pernas duma gaja (enter)
que estava ao lado do bicho (virgula + enter)
e imaginei-me a subir a rua (enter)
atrás da marmanja (exclamação + enter)

(traço) _ Dava-lhe mesmo ali duas (vírgula + enter)
que três já são demais para a minha idade (ponto + enter)

Para que é que um homem (enter)
há-de ir para velho (interrogação + enter)
Só serve para mijar e para baixo (ponto final + enter)

Cito Loio,
3/10/2010

E sempre a rimar ...

quarta-feira, novembro 03, 2010

Não é fácil...


Ser poeta...é tarefa árdua, e por vezes rasgar-se o que foi criado dói Eis o original em papel e a obra final com a entrada da informática...

terça-feira, novembro 02, 2010

 
Web Analytics