sábado, junho 30, 2007

Balada do Vinho

Não tem nada a ver com as festas populares, mas até dá oscilações…
Senhor Presidente da FPT, se não gosta do Paião, o maior cantador português, beba pelo menos uma taça de vinho português, enquanto revê a entrevista da “criança” à televisão, sobre um tal Stay and Pray, ser uma seca…Olhe que as crianças sentem, e qause nunca mentem.
Entrementes, parece que (enquanto fizeram apresentações sobre o tal “lançamento mundial” sem verificar que de 1976 a 2005 os dois actuais melhores jogadores do mundo Federer e Nadal nunca chegaram às finais dos Europeus de Juvenis) “estalou por aí” tremenda confusão sobre o Campeonato Nacional de Iniciados, com mudanças nos regulamentos, meninos (as) que não entravam no quadro principal e depois passaram a entrar, com ou sem WC, com ou sem mérito. Será confusão minha, ou efeitos do «Ivenha-a-nossa»?


quinta-feira, junho 28, 2007

La Peste noire de Bagdad:

Nestes últimos “coments” tem um corajoso rapaz (ou raparigo) ameaçado, «várias vexes» que fecha este BLOG. Não sei se o pretende fazer através do Ministério Público se através da minha Aniquilação. Conheço a história da “Peste e do Peregrino”, e ainda estou vivo. Senhores leitores, muitos ou poucos, de Mountain View a Portimão, poisando em Niteroi e passando por Rennes leiam com atenção esta história …que valle a pena

A caminho de Bagdad um Peregrino ao cruzar-se com a Peste, perguntou:
Peste, que foste fazer a Bagdad?
A Peste respondeu:
Fui matar 10.000 pessoas
Dois dias depois, voltaram a encontrar-se e o Peregrino disse para a Peste.
Tu mentiste; disseste-me que mataste 10. mil pessoas e mataste 100 mil.
A Peste retorquiu:
Não menti: Só matei 10.000, as outras, morreram de medo.

terça-feira, junho 26, 2007

Uma pequena maldade

Como se resolve um caso como este, senhores árbitros...

domingo, junho 24, 2007

Coçar a mona

Hoquénis…Portugal perde com a França em Hóquei sobre rodas e fica em 6º lugar; Esperemos que esta modalidade não acuse o Ténis dos maus resultados.
Seria injusto, até porque como se sabe nos Patins a bola rola pelo “taco” e no ténis português no futuro próximo não vai haver ressaltos; SÓ SOBRESSALTOS

Vitórias…tem-nas tido o MIGUEL ALMEIDA que com 15 anos já é o português nº 1 do ranking europeu sub 16, sem estar integrado no PROFECTO OLÍMPICO; o que será que será… que não tem governo e nunca terá…

Malupodia ser o diminutivo de malucos; mesmo não sendo serviu para me recordar um “post” de 2006…primeiro, trivial… «Vão catar-se», parece querer dizer o silêncio da FPT quanto aos alertas que lhe vão chegando. Fazem mal porque “Pulgas” não são os nossos animais de estimação preferidos. A bagunça continua, mas só é boa se for com muito Ruido, e por isso a FPT marcou um Nacional de Equipas mesmo em baixo de um Europeu, (Copa del Sol) segundo me confidenciaram em particular, vendo-se obrigada quase “à beira do precipício” antecipar o Nacional, demonstrando que Planificação é letra morta.
Exactamente por falar em Europeus, lembrei-me que no ano passado, se não estou em erro, critiquei, com “2 puntos suspensivos”, o responsável pela convocatória da selecção feminina sub 14 por não ter “levado” a BARBARA LUZ a um Europeu. Nessa altura também em privado, afirmei que a jogadora estava bem, pelo menos foi essa a minha sensação quando a vira jogar em Cantanhede contra Catarina Nogueira; Obtive como resposta que ela não tinha o mesmo valor de outras.
Chatice, não vai daí que a menina há 1 semana, 8 ou 9 de Junho, ganha um torneio sub 14 em Itália, vencendo na final a nº 26 TE e passando a ser neste momento a portuguesa nº 1 do ranking europeu.
Como diz a canção da Malu, ele não vai mudar por isso era bom que a direcção da Federação tivesse mais cuidado na escolha dos técnicos, e estes fossem mais comedidos nas suas apreciações sobre atletas, mesmo em privado.
Espero no entanto que se o DTN «ficar» que pelo menos pense que a Barbara «não vai a lado nenhum» e deixe os outros fazerem o trabalho que têm que fazer, sem as atletas, CHOKAREM COM O «BIG HEART» DESTE TÉCNICO…
.

sábado, junho 23, 2007

EL BULEVAR

Miguel Almeida(um bom menino) falha acesso à final do Derby Cadets La Baule 2007O (cabeça de série nº 6) KONFEDERAK, Kevin (ARG) ao vencer (c/s 5) ALMEIDA, Miguel (POR) 6/1 4/6 6/3 defrontará o (c/s 2) Carlos Boluda (SPA) que por sua vez garantiu derrotou na outra meia final o (c/s 3) KRAJINOVIC, Filip (SCG) por 6/3 6/1

Agora e navegando por «el bulevar de los sueños rotos» na expectativa de detectar talentos. Por simples curiosidade, quem falta?

EUROPEAN JUNIOR CHAMPIONSHIPS - 14 / BOYS
Year Venue Winner Runner-Up Score

1976 Berlin (GER) Svensson (SWE) Wimmer (AUT) 61 36

1977 Barcelona (ESP) Sjoegren (SWE) Schultes (GER) 60 62

1978 Prerov (CSK) Wilander (SWE) Girodat (ITA) 64 63

1979 Bastad (SWE) Börjesson (SWE) Krieg (GER) 06 76 63

1980 Nice (FRA) Edberg (SWE) Svensson (SWE) 67 63 86

1981 Serramazzoni (ITA) Carlsson (SWE) Errard (FRA) 62 64 B 62

1982 Budapest (HUN) Carlsson (SWE) Korda (CSSR) 61 60 61

1983 Blois (FRA) Boetsch (FRA) Henricsson (SWE) 62 63

1984 Blois (FRA) Loddenkemper (GER) Cherkasov (USSR) 46 64 64

1985 Heidelberg (GER) Kulti (SWE) Dogger (NED) 60 60

1986 Leimen (GER) Damm (CSSR) Pettersson (SWE) 63 63

1987 Lisbon (POR) Wawra (AUT) Gazda (CSSR) 63 76

1988 Lisbon (POR) Enqvist (SWE) Kucera (CSSR) 75 64

1989 Sofia (BUL) Johansson (SWE) Dreekman (GER) 76 63

1990 Moscow (USSR) Boye (FRA) Sabau (ROM) 76 26 64

1991 Berlin (GER) Sabau (ROM) Saiz (ESP) 61 63

1992 Athens (GRE) Martin (ESP) Mutis (FRA) 64 57 63

1993 Genova (ITA) Kratochvil (SUI) Tabara (CSSR) 61 61

1994 Genova (ITA) Luzzi (ITA) Derepasko (RUS) 75 36 61

1995 Genova (ITA) Grolmus (SVK) Rochus (BEL) 26 61 75

1996 San Remo (ITA) Robredo (ESP) Enev (BUL) 61 63

1997 San Remo (ITA) Maigret (FRA) Stadler (GER) 57 64 76

1998 San Remo (ITA) Ancic (CRO) Wiespiener (AUT) 26 63 62

1999 San Remo (ITA) Gasquet (FRA) Becker (GER) 61 61

2000 San Remo (ITA) Capkovic (CZE) Müller (GER) 16 61 63

2001 San Remo (ITA) Djokovic (YUG) Lacko (SVK) 62 67 63 75

2002 Vichy (FRA) Bautista (ESP) Cilic (CRO) 63 75

2003 Vichy (FRA) Karatchenia (BLR) Konecny (CZE) 64 63

2004 Vichy (FRA) Inzerillo (FRA) Slilam (FRA) 76 36 60

2005 Ostrava (CZE) Dmitrov (BUL) Urbanek (CZE) 60 76

European Junior Championships - 16 / Boys

1976 Berlin (GER) Noah (FRA) Albert (NED) 61 62

1977 Barcelona (ESP) Urpi (ESP) Soler (ESP) 63 62

1978 Prerov (CSK) Simonsson (SWE) Oberparleitner (AUT) 62 63 76

1979 Bastad (SWE) Wilander (SWE) Leconte (FRA) 36 60 61

1980 Nice (FRA) Wilander (SWE) Schwaier (GER) 36 75 60

1981 Serramazzoni (ITA) Westphal (GER) Sanchez (ESP) 63 61

1982 Budapest (HUN) Edberg (SWE) Svensson (SWE) 75 63

1983 Geneva (SUI) Carlsson (SWE) Oresar (YUG) 63 63

1984 Ostende (BEL) Skoff (AUT) Bavelas (GRE) 26 76 62

1985 Blois (FRA) Boetsch (FRA) Henricsson (SWE) 61 76

1986 Lisbon (POR) Cherkasov (USSR) Petrushenko (USSR) 76 60

1987 Aix en Provence (FRA) Kulti (SWE) Kristiansson (SWE) 64 63

1988 Zaragoza (ESP) Damm (CSSR) Santoro (FRA) 64 63

1989 Prague (CSK) Pescariu (ROM) Thomas (CSSR) 76 61

1990 Zagreb (YUG) Pavel (ROM) Enqvist (SWE) 36 75 63

1991 L'Hospitalet (ESP) Kascak (CSSR) Costa (ESP) 76 76

1992 Berlin (GER) Skoch (CSSR) Escude (FRA) 76 62

1993 Hartberg (AUT) Koubek (AUT) Ehrlich (ISR) 64 76

1994 Hartberg (AUT) Martin (ESP) Hipfl (AUT) 76 63

1995 Hartberg (AUT) Elsner (GER) Di Pasquale (FRA) 64 62

1996 Hatfield (GBR) Labadze (GEO) Vik (CZE) 64 62

1997 Hatfield (GBR) Maes (FRA) Martinjak (SVK) 76 36 61

1998 Hatfield (GBR) Robredo (ESP) Wauters (BEL) 64 62

1999 Hatfield (GBR) Bohli (SUI) Ancic (CRO) 67 75 75

2000 Hatfield (GBR) Ansaldo (ITA) Minar (CZE) 63 16 63

2001 Hatfield (GBR) Tsonga (FRA) Baghdatis (CYP) 46 76 60

2002 Genova (ITA) Salva (ESP) Monfils (FRA) 61 63

2003 Vienna (AUT) Fognini (ITA) Krasnoroutsky (RUS) 60 26 63

2004 Orbetello (ITA) Cilic (CRO) Panfil (POL) 36 61 62

2005 Orbetello (ITA) Klizan (SVK) Inzerillo (FRA) 76 62

European Junior Championships - 18 / Boys

1976 Berlin (GER) Popp (GER) Ferrer (ESP) 63 16 63

1977 Barcelona (ESP) Bergstrand (SWE) Simonsson (SWE) 06 61 76

1978 Prerov (CSK) Lendl (CSSR) Hjertquist (SWE) 60 63

1979 Bastad (SWE) Zipf (GER) Beutel (GER) 61 64

1980 Nice (FRA) Simonsson (SWE) Tulasne (FRA) 63 46 62

1981 Serramazzoni (ITA) Wilander (SWE) Zivojinovic (YUG) 46 62 63

1982 Budapest (HUN) Sundtröm (SWE) Benhabiles (FRA) 63 75

1983 Geneva (SUI) Novacek (CSSR) Sanchez (ESP) 64 63

1984 Ostende (BEL) Feenstra (NED) Strelba (CSSR) 76 61

1985 Blois (FRA) Bergström (SWE) Pistolesi (ITA) 62 57 75

1986 Lisbon (POR) Carbonell (ESP) Camporese (ITA) 64 75

1987 Aix en Provence (FRA) Cherkasov (USSR) Utgren (SWE) 61 64

1988 Zaragoza (ESP) Eltingh (NED) Fetterlein (DEN) 60 60

1989 Prague (CSK) Rahunen (FIN) Damm (CSSR) 63 63

1990 Zagreb (YUG) Wawra (AUT) Ogodorov (USSR) 62 75

1991 L'Hospitalet (ESP) Berasategui (ESP) Carlsen (DEN) 63 61

1992 Berlin (GER) Van Garsse (BEL) Skrzypczak (POL) 62 64

1993 Lisbon (POR) Costa (ESP) Novak (CSSR) 64 63

1994 Klosters (SUI) Moya (ESP) Wassen (NED) 63 36 61

1995 Klosters (SUI) Wessels (NED) Votchkov (BLR) 64 75

1996 Klosters (SUI) Grosjean (FRA) Tabara (CZE) 26 62 64

1997 Klosters (SUI) Di Pasquale (FRA) Kralert (CZE) 46 64 64

1999 Klosters (SUI) Vinciguerra (SWE) Lopez (ESP) 63 26 76

1999 Klosters (SUI) Prodon (FRA) Lammer (SUI) 62 62

2000 Klosters (SUI) Childs (GBR) Beck (SVK) 36 61 64

2001 Klosters (SUI) Soderling (SWE) Bohli (SUI) 64 63

2002 Klosters (SUI) Minar (CZE) Berdych (CZE) 64 62

2003 Klosters (SUI) Gimeno (ESP) Baghdatis (CYP) 64 64

2004 Klosters (SUI) Tomeu (ESP) Sijsling (NED) 61 76

2005 Klosters (SUI) De Bakker (NED) Sidorenko (FRA) 76 63

Bom S. JOÃO

sexta-feira, junho 22, 2007

Lembrei-me...

Extracto de um “post” de 25/7/2006
OPERA SEM CANTORES Acto 1

Era de saudar, que nenhum técnico a trabalhar numa federação fosse proprietário de clubes ou os dirigisse…Também devia ser impedimento que um técnico ou membro de uma Federação andasse a jogar Inter clubes por equipas estrangeiras…Igual modo proibido que técnicos de instituições portuguesas (federação) treinassem atletas estrangeiros, a menos que fossem radicados no país…



Ter-se competências

Ao ler-se a notícia de O Jogo, de 4ª feira 20 de Junho, quem fica incomodado é o leitor.

Independente das “Razões Irrecusáveis” por parte de um treinador que sai para outro clube, ou do direito à indignação do responsável de Alfragide, a verdade é que se trata muito mais do que um caso laboral, ou de direitos patronais ou de trabalhadores.

Está-se perante uma situação que merece reflexão, e como não há bela sem senão e não estando o ténis ainda inserido no programa Fiel ou Infiel, em relação ao meu amigo Pedro Bívar, somente posso dizer, que, com o ex-presidente da associação de treinadores, deve chorar sobre o leite derramado, ou não fossem também mentores da candidatura do actual presidente da Federação e que contou com o voto acérrimo e incondicional dessa mesma associação.

Trata-se da saída de uma jogadora, que nem sei quem é nem o que vale; em matéria de ténis não vale a tinta que se anda a gastar e nem o nome refiro, porque publicidade, quem quiser que a pague.

Sobre a defesa feita pelo ex-treinador de Alfragide, sinceramente, fiquei elucidado sobre o mesmo, quando afirma «que a jogadora saiu por iniciativa própria», porque quis!!!!, ou melhor, ou talvez por decisão do pai no caso de ser menor… e não paga para TREINAR. Obrigada não foi certamente; imaginem que me dão um TACHO no governo! Claro que eu digo não, por amor a Alfragide.

Se saísse para um clube onde fosse pagar MUITO MAIS, era motivo de orgulho; agora para um clube que se poderia até considerar meio subsidiado pela federação através do pagamento de um “ordenado” ao dono (se ofereceu sociedade é porque é o dono), onde a menina sabe que pode sempre contar com chamadas à selecção, arriscar-se a ganhar um estatuto para entrar na faculdade pública (mesmo com as facilidades do tratado de Bolonha)., razões suficientes para se pensar, que se ficasse em Alfragide é que era de estranhar

Relativamente ao DTN, ou está em full time ou em part time; no 1º caso deveria ter exclusividade de funções, pois o cargo assim o exige, e não sou só eu a afirmá-lo; só que para isso é necessário ter-se “competências”.

Se é um part-time, independente de passar ou não recibo verde ou declaração de acto único, ao menos que se soubesse de quanto é o preço/hora, quantas horas dia foi acertado, se há subsídio de Férias e de Natal 14 15 e 16º mês ou lá o que FEDE paga nestes casos…independente da personagem que ocupe o cargo.

quinta-feira, junho 21, 2007

AGRADECIMENTOS

Na qualidade de criador do jogo do TRITÉNIS publicamente agradeço entidades abaixo indicadas, o apoio prestado à iniciativa levada a cabo no passado dia 17 no Parque Municipal da Aguda.

Gaianima/Gaiagobal.pt
Jornal - O Jogo
Correio da Manhã
RCM - Rádio Clube de Matosinhos
Bianchi Prata - Competições Lda
3nos - organização de eventos
www.tennisaguda.com
Portugal Ténis Clube



A todos o meu agradecimento
Adolfo Oliveira

quarta-feira, junho 20, 2007

Gratuitamente sem pagar?

Ao saber-se que afinal “é de borla” a situação muda de figura; já não se trata de “aliciamentozinho”. Não sei se estaremos perante Violação de Código Deontológico, ou Violação do Código de Funções; não faço a mínima ideia, mas que estamos perante Atitudes e Eticamente Condenáveis, disso não tenho dúvidas
Quando em 2005 a actual direcção da FPT, então ainda candidata, deixou saber qual seria o «seu» DTN os mais atentos deveriam ter compreendido que algo de condenável se veria no futuro. Devia a direcção a eleger na altura ter-se preocupado em saber quem contrataria para o cargo, mínimo que se esperava de pessoas que foram apelidadas de “gente experiente”.

Um cargo da natureza da de um D T Nacional é demasiado importante para ser entregue a quem não desse total garantia de isenção. Lamentavelmente, e já aqui referenciámos, basta ver o que os estatutos da FPT dizem do cargo, para se compreender o valor que lhe é atribuído por quem vota em A. Geral. Diz no entanto o ditado que depois de casa arrombada…não adiantam as trancas. Por isso algo terão que fazer os dirigentes, para além de oferecerem pela segunda vez o silêncio.

Ficará ou não o actual DTN?

Para além de pela 1ª vez os
2 maiores vultos do ténis português terem dado publicamente clara indicação que o cargo de DTN é importante demais para estar nas condições em que está, este caso publicitado pelo Jornal O JOGO é mais grave do que parece.
Uma atleta sai de um clube que paga as suas taxas de filiação na FPT, e vai
treinar gratuitamente para o clube do DTN?
Que decidirá no final o Presidente da FPT? Tenha as razões que tiver, por tudo o que de bom ou de mal tem acontecido, só deverá ter um caminho para seguir, neste caso…que já não é de amigos! Desta vez é muito mais grave do que pensava...tão grave que se estranhará o silêncio das associações.

terça-feira, junho 19, 2007

Sem-galo

Compreende-se que ninguém goste que lhes levem as jogadorasespecialmente estas.

segunda-feira, junho 18, 2007

É Galo

Bívar'vês é gaaalllo;(notícia de O JOGO -Domingo/17) Meu amigo, se ela quiser Bailar deixa-a, mesmo que seja à moda de Gipsy Kings

domingo, junho 17, 2007

Brilhou brilhou brilhou....o Sol

1ª Aula Magna/2007

Hoje, Domingo, houve TRITÉNIS na Aguda, e brilhou o Sol no campo relvado do Parque Municipal
Aos presentes «thanks» pelo tempo e entrega

sábado, junho 16, 2007

When Tomorrow Comes


Domingo 17 horas no Parque da Aguda, TRITÉNIS e Jogos Lúdicos, uma organização de tennisaguda.com de André Lumini Morais

quinta-feira, junho 14, 2007

Gato Nadalento

Dizia um comentador há uns tempos atrás “gozando”, que eu era o Treinador Desempregado mais Badalado de Portugal. Se ler bem este post sobretudo no que refiro de “entrada”, vai compreender porquê. Eis um e-mail sui genéris...

Caro amigos:

Junto envio o documento inicial do lançamento mundial do programa “Play and Stay”, programa que tem Portugal como um dos seus signatários.

Na perspectiva de tornar este evento num momento marcante do desenvolvimento do Ténis Nacional, solicitamos a vossa presença e que divulguem esta mensagem para todos os vossos contactos.

As inscrições estão abertas através do site da FPT.


Com os melhores cumprimentos

Prof. Vítor Cabral

Federação Portuguesa de Ténis

Prof. Vítor Cabral

Responsável pelo Departamento de Formação

Federação Portuguesa de Ténis

Rua Actor Chaby Pinheiro, 7A

2795-060 LINDA-A-VELHA - PORTUGAL

Difícil compreender a razão deste e-mail passado tanto tempo desde a última vez…para além de achar que colocar o Prof antes do nome não vem a propósito.

Portugal é signatário!!! Não o faz por obrigação. Mas talvez este novo “Produto” seja igual a outros metidos como o ITN, Cardio Ténis, ou então o que plana por aí, o Street-Ténis, o Mini-Ténis, BeachTennis ou o futuro BerçoTennis, todos “eles” tentativas para salvar o (in)salvável.

Momento Marcante no Desenvolvimento do Ténis Nacional Só pode ser brincadeira, pois pensava que o Departamento de Formação e o Corpo Técnico da Federação já tinham iniciado esse processo há muito tempo, ou seja desde que começaram a “Ganhar” dinheiro com o produto da Sabedoria da Competência e da Qualidade do seu trabalho; afinal…

Onde está o famoso boom do ITN? Passou a NTI (Não Tem Interesse)
O CardioTénis já passou a história?será que teve um ACV
O PNDT já se escreve sem T? Detectaram tanto que concluiriam que talento, mesmo talento há no Gato Fedorento, mesmo sem «Gajas Boas»
As pombas das Squads rasgaram as asas pelo picotado?
Formação em Portugal ensina treinadores mandarem os miúdos sair do campo em fila dupla, tipo recruta da guerra colónial?

O Nadal não ganhou pela 3ª vez Roland Garros aos 21 anos, numa demonstração do que é Play and Stay «like a king»

Quando há uns anos atrás me “afirmaram” que um dia (!), pela evolução do preparo físico o ténis se jogaria sem ressalto (está recordado!?) a minha resposta se bem se lembra foi o silêncio, (o bom conselheiro dos comedidos)
Em 2006 veio a confirmação deste silêncio, quando alguns dos maiores jogadores do Mundo do passado e presente, deram a entender no último “Masters ATAP” que cada vez se jogava pior ténis…ao ponto deixarem escapar que o Federer até ganha em piso rápido e nem à rede vai…e que certos jogadores só podem estar nos «masters» porque a montanha anda a parir ratos há um par de anos.
Os 3 e-mail, sim, foram 3 com espaço de breves minutos (que o departamento de deformação da FPT me enviou precisamente na altura em que o Triténis estivera na Piscina de Campanha, vai para o parque da Aguda no próximo dia 17, e em que fiz um artigo sobre o perigo de certas actividades competitivas oficiais em idades precoces, merecem uma abordagem mais elaborada:

1- Não me fiz convidado, nem ninguém convidou a FPT para a festa pelo que o e-mail para o meu endereço particular denota descuido.
2- Lawnn Tennis como outras modalidades Individuais de cariz activo/reactivo, medianamente compassadas, estruturalmente condicionadas, estão condenadas ao estacionamento; são o que são, mas ou se ama a modalidade ou não, (e como diz “
Joaquín, los teléfonos que hablan con los ojos, el sístole sin diástole... mas lo peor del amor e cuando al punto final de los finales no le quedan dos puntos suspensivos...
3- O mundo e a sociedade estão em mudança, os valores sociais e as necessidades psicológicas alteram-se à velocidade de um Clic e tornava-se necessário encontrar soluções para aquilo que hoje já muitos consideram ser uma modalidade apelativamente cinzenta e ultrapassada
4- Disto já em 1987, tomara consciência e por isso procurei soluções, tardando duas décadas a perceber que a Inovação não aceita a acusação de Sacralização. Foi então necessário ter coragem, saber o que é o desporto na sua globalidade, conhecer por dentro muitas formas de vida desportiva para tomar em consciência a decisão de avançar com um novo Jogo uma Nova Modalidade, que ao princípio Estranha-se mas depois Entranha-se

5- Por ser um Português a criar algo que se adapta ao sentir das novas mentalidades, culturalmente adequado à estrutura humana na sua necessidade de vivência colectiva, obteve do seu próprio país a ignorância.
6- Quando escrevi ao IDP a apresentar o Triténis, este reencaminhou para a FPT!!!, ou seja, que quem tem a responsabilidade de Gerir o Desporto em Portugal nem sequer esteve «curiosamente» interessado em saber do que se tratava. Talvez andem demasiado ocupados em escolher gravatas a condizer com as peúgas, para os périplos inter-citadinos
7- Quanto à FPT, fez o seu papel, aquele que lhe foi conferido há anos, ou seja, manteve-se ignorantemente a dar crédito a quem pensa que uma bola de ténis tem dentes…Preferiu continuar a importar produtos “Made in Estranja”, com selo Franciú ou Inglish, fabricados na China ou na Índia por mão de obra escravo/infantil, e que passados 1 a 2 anos não resultam. “Pacotes” concebidos por quem provou nada que valesse a pena, para além de meterem num saco colorido aquilo que “nós coachs” há décadas fazemos sem publicidade.
8- Face às demagogias que proliferam por aí, é bom lembrar que o Special One é português, a Vanessa o Ronaldo o Figo são portugueses, responde por mim a decisão dos pais da Michelle, que aos 9 anos abalou de Portugal para os States e o resultado começa a mensurar-se…Certamente que alguma coisa de bom “ensinaram” na iniciação cá por Portugal, e sem «Plays and Stays».
9- Não abalou o Adolfo, e por isso…vai ter que penar para que o Triténis ganhe o seu estatuto.
10- Quanto à Mercadoria que agora vão por à venda, já deu para perceber que vai ser uma cópia dos programas de desenvolvimento da educatenis, com uma pigmentação diferente da pele dos campos de mini, tipo Barbie, e onde vai ser “cool” ver pintar às cores os campos de terra batida.

Em Portugal também há quem idealize e pense, quem ainda se preocupe em analisar o que está mal por cá! Não se deve aceitar que se impute responsabilidades ao Futebol pelo mal que grassa no Ténis, com o aconteceu num fórum durante Roland Garros.
Que culpa tem o Futebol de se ter Masters em pisos plásticos, andarem a alterar regulamentos de provas para agradar e satisfazer os interesses estabelecidos em diversos nichos, que tenhamos gente que nem numa raquete sabe pegar a dar aulas, que se façam doutoramentos de botânica em faculdades sem plantas, que se tenha uma direcção federativa que despenalize difamações e injúrias, que se minta em A.G. O que é que o Futebol tem a ver com isso? Será que também é responsável pelos títulos do Trialto Judo Atletismo…

Dados que talvez merecessem uma reflexão:

Ocupação espaço/utilizador

Jogo de Ténis na variante de Pares

4 jogadores de 1 h 30 gasta cerca de 250 m2 por cada jogador

4 a jogar e 12 a arbitrar, sem contar com a rotação dos linhas

1 Jogo de Triténis

2 Equipas de 6 jogadores cada, necessita mais ou menos 50 m2 por jogador

1 Jogo de Trténis jogam 12 são 2 a arbitrar e uma Mesa de Cronoetragem.

= ou =

Média de rankings das cabeça de série e de participantes nos Torneios WTA 10.000 usd, de Braga (piso terra) e Amarante (piso rápido)

Braga

Média de rank c/s MD = 525

Média de rank c/s QU = 1297

Nº de atletas no qualy = 23

Nº de atletas no MD directo = 24

Total de Atletas = 47

Amarante

Média de rank c/s MD = 614

Média de rank c/s QU = 1247

Nº de atletas no qualy = 26

Nº de atletas no MD directo = 24

Total de Atletas = 50

De qualquer forma e Extra Desporto, agradeço o e-mail enviado, desejando que haja muitas crianças a jogar ténis, para fazerem muitas… Equipas de Triténisuma espécie de FUTEBOL com raquetes

terça-feira, junho 12, 2007

Professores de 4

Às vezes os homens precisam aprender «a nascer de novo»

Não se lhe conhece mulher



Comentador "INI" !!! A estes também não se lhes conhecem mulher; porque não segue o exemplo do Judas???

Ou então vá participar na …PARADA GAY PARA OUVIR AO VIVO uma canção do músico italiano Daniele Silvestri, "Gino e l'Alfetta", que será o hino oficial da Parada Gay de Roma deste ano, que ocorrerá no próximo sábado, dia 16 de Junho…Tendo em conta o dia do evento, apresse-se a comprar “passagem” para não chegar atrasado

Nós, por cá, vamos até ao Parque da Aguda com o Triténis…

domingo, junho 10, 2007

10 de Junho

Dia de Portugal

Meio milhar de pessoas passaram esta tarde pela Piscina de Campanha, ene jovens nadadores, familiares e amigos
Portugal Ténis, ETAP de Alfredo Perez, com TRITÈNS e Jogos com Raquetes responderam presente ao convite da Porto Lazer E.M na organização, oferecendo momentos de lazer aos jovens nadadores.

Triténis na Piscina de Campanhã 10 de Junho 2007



E
da Raça


Portugaltenis o 1º Power Blog de Ténis e derivados, com mais de um ano de navegação por entre as ondas que assolaram o desejo dos portugueses do ténis na rota quiseram. Fui (fomos) pioneiro neste tipo de espaço, como o fui doutros projectos inovadores, sem “milhões”, mas transportando nos ideais que sabe nadie, este talento que me destrói...
Tentaram calar a voz da insatisfação, o apelo à legalidade, a luta à corrupção. Durante este tempo mantivemos a dignidade que trouxemos do berço, e não trememos perante insultos e desaforos incógnitos. Lançámos desafios superiores muitas vezes à nossa capacidade de contenção. Insultaram amigos e familiares. Continuamos a dormir com a consciência tranquila, envelhecendo na medida que nos tornamos mais fortes mais sábios e mais exigentes
Mas somos cada vez menos tolerantes aos prevaricadores e bajuladores porque entendemos que o desporto necessita de verdadeiros desportistas e de gente seriamente competente e conhecedora do fenómeno desportivo global. Tivemos coragem pois sempre demos o nome e a cara, percebendo pelas expressões contidas em muitos comentários a origem Preferimos suportar difamações e injúrias sem procurar fisicamente a fonte. Entendemos que a Justiça neste país não está totalmente corrompida, por isso enviámos-lhe o que pensámos ser matéria da sua competência.

Este espaço já foi por muitos considerado uma pedrada no silêncio, pois chegara-se ao ponto de ser perigoso manifestar opiniões contrárias à de certos “ditadores de meia tigela”, que fogem no momento de luta, cobardes escondidos atrás de “mails” ou mensagens para telemóveis e telefonemas indignos. Viemos para ficar; ficaremos porque queremos estar com os Calheiros e também (e em especial) com as Agatas que não aceitam que se brinque com a palavra mãe. Queremos ficar pelos nossos filhos e defende-los.
Memorizando o Dr. MPLA num legado gizando que a luta continua…e antes que o dia se faça tarde e a noite amanheça na alvorada da nossa existência, aqui ficaremos, porque este espaço é também a voz daqueles que não têm acesso a “sites” “newsletter “ ou “média”, de independência duvidosa.
Ficaremos até entendermos que a razão nos assiste, como cantava a Amália até que a voz nos doa” ou que com a mudança dos tempos as autoridades nos calem.

Obrigado
àqueles que mesmo de forma indecorosas contribuíram para que conhecêssemos melhor a natureza das pessoas que pairam pelo desporto, e especialmente aos comentadores que souberam compartilhar de forma digna este espaço.

RODAPATA: que tal apreciarmos ...o cachorro mais idiota do mundo


Ninguém sabe

Candidatura à presidência da Direcion da Associacion de Tenis na eleição que se desconhecia a tal lista do Adolfo...

quinta-feira, junho 07, 2007

Festival de Natação

Porto Lazer -Festival de Natação

Piscina Municipal de Campanh


Domingo 10 Junho 14 horas

Estaremos presentes, com TRITÉNIS e Jogos de Raquetes

Contamos estar à altura do desafio.

Parabéns à C.M. Porto e ao Porto Lazer por esta iniciativa dirigida aos utentes das instalações desportivas e recreação.

Não faltem

A sorte por “companheira”

André Lumini Morais : A sorte por vezes é a nossa “companheira” conservemo-la enquanto pudermos. Rápidas melhoras; abraço do portugaltenis

quarta-feira, junho 06, 2007

terça-feira, junho 05, 2007

Tirania da Ignorância.


Quem conhece este cantor e a sua história? Quem a conhece compreenderá melhor o significado do presente "post"

Se pudesse dar uma fórmula para o Talento seria qualquer coisa comos isto:
Pais Persistentes, Crianças, Técnica rigorosa, Maturação = Talento

E acrescentar:

Pratica Deliberada, Tempo, Mielina = Talento

(Post by Daniel Coyle)

Sonhos? Ilusões? A verdade é que nunca estamos perante uma certeza, perante a ciência das decisões e das capacidades. Há que fazer tudo, praticar de tudo, conhecer os erros e compará-lo com os acertos. Há que deixar crescer/maturar.
Definitivamente certos programas no ténis tendem para a esteriotipação da mente, e consequente robotização do processo decisório. Cada vez mais, e mais cedo, castra-se a essência do jogo; a Inteligência de Observar Interiorizar Compartimentar Decidir e Executar no jovem praticante
Destrói-se o plasma na idade rica da aprendizagem do jogo, através de correcções constantes à ortodoxia modelar dos gestos técnicos, conceitos tácticos pré estabelecidos por no-talents, consumindo-se a reserva da alegria para uma prática deliberada. Aumenta o universo dos “cegos” a observar, mudos a falar e surdos a não saberem ouvir.
Entre os 6 e os 9anos é considerada a idade óptima para a aprendizagem; é para a aprendizagem do Jogo e esta aprendizagem formata-se entre Erros e o Acertos, com a possibilidade de cada um observar o maior número estímulos que conduzem ao insucesso, compará-los com os êxitos e extrair se o Acerto representa definitivamente o Sucesso.
Competir em quadros tipos, em que as classificações não são absorvidas pelas crianças mas sim pelos pais poderá levar no futuro a resultados negativos; se atendermos que após determinadas competições elas, as crianças, regressam aos seus clubes para corrigir os Erros, destruir parte da Ferramenta da Tomada de Decisão, então o cogumelo da destruição toma proporções enormes com resultados irreversíveis.

É entre comparações que se faz a aprendizagem, que se perspectivam trajectos e se apoiam os modelos em construção. Cada modelo deverá corresponder ao «somatório» dos estímulos vividos, da acomodação do indivíduo no seu patamar e da possibilidade de se auto reparar.
Erros sucessivos de «out puts» até à 2ª infância são nefastos para o equilíbrio cognitivo em matéria de inteligência competitiva e do desenvolvimento global do “centro de comando” que coordena as diferentes capacidades natas e adquiridas.
Não é o aperfeiçoamento do gesto motor que fica prejudicado, porque só se aperfeiçoa o que existe, da mesma forma que só se ensina a quem não sabe. É grave a tentativa de ensinar o que já se aprendeu pela experiência positiva, mudar o que resultou; mas pior é tentar inibir a aprendizagem dos conceitos e a exteriorização dos modelos adequados a cada unidade biológica, através da imposição de exercícios contrários à natureza da raiz absoluta, de quem produz os estímulos e desempenha as tarefas.

É aceite a dependência nestas idades, o que, face às regras do ténis por exemplo, a competição acaba por ser prejudicial, porque a criança ficará dependente do exterior, da aprovação dos pais ou monitores, enfim que cada tomada de decisão é feita quase com Pré Consentimento, tornando o executante numa parte do todo. Independente de questionar ou expor dados sobre estes períodos do desenvolvimento da criança face ao desporto/ténis, a interrogação surge na interrogação quanto à altura em que deveremos colocar as crianças a competir?
Não há resposta a não ser que elas competem no seu próprio universo desde a tomada de consciência que competir dá prazer, e o Prazer Virá da Vitória ou da Possibilidade de Subestimar a Derrota
Podia estar preocupado com certos programas que abundam sem controlo por parte de quem sabe, mas estou muito mais preocupado com a intencional chantagem exercida sobre a incapacidade de se dizer não ou na falta de coragem de travar aqueles que transferem para as crianças os seus complexos Cada vez mais me desagrada ver a Impunidade da Tirania da Ignorância.


BEATLES

Anos 60 ... claro que não me refiro ao comentário onde atacam um dirigente desses tempos, mas sim oferecer esta incrivel interpretação de ....

domingo, junho 03, 2007

Estou aqui...em Valbom city


...que pena muitos não terem dado ao ténis este amor…em vez de o darem ao cifrão. Porque nos esquecemos onde passamos parte da vida, depois de um Domingo solarengo e calmo, como já não tinha há muitos meses, apeteceu-me mostrar…onde estou: e eu Estou Aqui, e tal o título da canção de uma tele que gira por aí, em que o original é cantado por Raphael …“Yo soy aquel”…
Que os leitores também tenham tido um beo domingo.


VALBOM City
Aqui vive de tudo, sobretudo gente honesta
Meu pobre Citroën “o sem antena” e
Uma das Escolas de Valbom (secundária)
Meu coffee para ver o futebol por Cabo.
Se os CONIS precisarem a
Veterinária ao lado
Igreja de Valbom e a descida em direcção ao rio
Avenida da Igreja, onde Deus criou um túnel, simplesmente belo

sábado, junho 02, 2007

Wonderful World

Comer?!!!
Pedia-se mais respeito pelas mulheres, mesmo por aquelas que fazem parte da minha vida, que pelo muito que me deram…e a quem dei o que podia
Certos comentadores não mereciam fazer parte deste…

Wonderful World

Comer? Pedia-se mais respeito pelas mulheres, mesmo por aquelas que fazem parte da minha vida, que pelo muito que me deram…e a quem dei o que podia
Certos comentadores não mereciam fazer parte deste…


Precisa-mente

Ninguém dá emprego ao Adolfo!
Mas quem é que dá alguma coisa a quem quer que seja…

 
Web Analytics